Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) falou sobre aceitação por parte do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), da abertura do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. “Até que enfim!” Essa foi a reação imediata do senador.

Para o senador tocantinense, o povo brasileiro já pode começar a respirar mais aliviado, uma vez que, segundo ele, “a perspectiva de impeachment renova as esperanças de um Brasil melhor e acende uma luz no fim desse túnel escuro em que o país foi mergulhado pelo PT”, disse.

Críticas ao Governo

O senador fez um duro discurso em plenário pouco antes do presidente da Câmara dos Deputados anunciar que tinha acatado o pedido de impeachment. Ao se manifestar sobre a votação da mudança da meta fiscal de 2015 – de um superávit de R$ 55 bilhões para um déficit de R$ 119 bilhões – Ataídes não economizou críticas ao governo. “Não deveríamos estar aqui votando essa barbaridade, mas, sim, julgando o impeachment desse governo ladrão, incompetente e irresponsável”, disse o senador, antes de ter o microfone cortado.