Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) considera uma conquista a inclusão das emendas aditivas de sua autoria na LDO (Leis de Diretrizes Orçamentárias). Pelas emendas, estão previstas na Lei a conclusão do Hospital Geral de Araguaína, o Fórum daquela comarca, a construção do Hospital de Câncer de Araguaína e a conclusão dos concursos públicos em andamento para provimento de cargos da Secretaria de Defesa Social e da Polícia Civil. A LDO foi aprovada em turno único na sessão ordinária desta quarta-feira, 2 de dezembro.

As emendas do Parlamentar entram na redação da LDO como metas e prioridades. Olyntho afirma que essas obras têm importância em nível de Estado. “Há uma ansiedade da população por essas obras, tanto a conclusão do Hospital Geral e do Fórum, quanto a construção do Hospital do Câncer. São obras que têm importância abrangente a todo o Estado”, explicou o deputado.

Sobre os concursos públicos da Defesa Social e da Polícia Civil, Olyntho ressalta a demanda pela Segurança Pública, que precisa ser sanada com urgência, e a necessidade de dar andamento em razão de eliminar o impasse entre o Governo e os aprovados nos concursos.

Sobre as obras

Hospital Geral de Araguaína

A construção do Hospital Geral de Araguaína foi anunciada, em novembro de 2013, pelo Governo do Estado, que informou na época ter recursos para a obra oriundos de financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e social (BNDES),  sendo o valor do investimento na ordem de R$ 160 milhões. A obra está paralisada. De acordo com o projeto, o novo hospital terá 400 leitos, mais 60 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 12 salas cirúrgicas. A unidade contará ainda com Pronto Socorro para atendimento diário de mais de 150 pessoas, setores de oncologia, de diálise, laboratórios e toda a área administrativa. (Fonte: Sesau-TO)

Hospital do Câncer

A implantação do Hospital do Câncer em Araguaína é uma solicitação dos deputados Olyntho e Jorge Frederico, feita ao Governo do Estado, através de Requerimento aprovado no plenário da Assembleia Legislativa em agosto deste ano.  Segundo Olyntho, o Hospital do Câncer consolidaria Araguaína como centro de referência em tratamento de Oncologia para o Tocantins e estados vizinhos. “Araguaína já dispõe de todos os equipamentos necessários, profissionais capacitados e recebe pacientes do Tocantins, Pará e Maranhão que são atendidos na Unidade de Radioterapia, a única no Estado”, ressaltou o Deputado explicando que uma reforma que custaria cerca de R$ 2 milhões transformaria essa unidade em Hospital do Câncer de Araguaína.

Fórum

O Fórum de Araguaína teve a construção anunciada em maio de 2014 , mas  o projeto não saiu do papel. De acordo com a divulgação do Tribunal de Justiça do estado do Tocantins (TJTO), o Fórum seria construído com recursos dos cofres do Poder executivo. O projeto prevê uma área de 10.596,58m², dispostos em cinco pavimentos, que abrigarão 20 varas judiciais, auditório para 251 pessoas e Salão do Júri com 238 lugares, além da parte administrativa. Toda essa estrutura será erguida em um terreno de 13.215,70m², na região central da cidade.