Polí­tica

Foto: Divulgação

Todas as emendas apresentadas pelo deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) à Lei Orçamentária Anual (LOA) foram acatadas, tanto pelo relator, deputado Amélio Cayres (PR), quanto pelo Governo do Estado representado pelo secretário do Planejamento do Estado, David Torres, que esteve reunido com os parlamentares antes do relatório final da Lei Orçamentária Anual (LOA) ser votado e aprovado pela comissão de Finanças na Assembleia Legislativa do Tocantins.

As emendas de Olyntho Neto contemplam a construção do Hospital Geral de Araguaína, Hospital do Câncer de Araguaína, sede do Samu e Fórum naquela cidade. Olyntho comemora a aprovação e diz que a população anseia por essas obras. “Araguaína já se tornou um polo na área da saúde para o Estado e parte dos estados do Pará e Maranhão. No caso do Hospital do Câncer, a unidade de Oncologia já funciona, atravessando inúmeras dificuldades, e o Governo se comprometendo em construir o Hospital, Araguaína passará a ser referência no tratamento de Oncologia”, explicou Olyntho.

As obras priorizadas pelo deputado Olyntho agora estão na previsão orçamentária do Estado. O Hospital Geral de Araguaína chegou a ter a pedra fundamental lançada em 2013 e o canteiro de obras iniciado, mas a construção não aconteceu. O Hospital do Câncer já conta com equipamentos e pessoal capacitado, falta a obra física adequada. O Fórum está em andamento, mas a obra está atrasada.

Para o Samu foram garantidos R$ 500 mil para a construção da sede, tendo em vista a necessidade de estrutura do serviço em Araguaína, que registra um grande número de urgências e emergências no atendimento pré-hospitar móvel realizado pelo Samu.