Polí­tica

Foto: Divulgação

Em reunião protocolar realizada na manhã desta última terça-feira, 22, o prefeito de Colinas do Tocantins, José Santana Neto (PT), conversou com o secretariado e destacou as vitórias alcançadas em 2015 e os desafios para 2016. Para o próximo ano, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o orçamento foram aprovados, o Plano Plurianual (PPA) encontra-se retificado e o 13º salário foi pago aos servidores municipais, fatores comemorados em face as dificuldades da atualidade.

Os pontos positivos e negativos foram mencionados por cada titular de pasta e as realizações foram reconhecidas, sendo ressaltadas as políticas públicas realizadas pelo governo municipal que contribuíram com a promoção da melhoria da qualidade de vida das pessoas. As quase 20 obras em andamento serviram como termômetro de atuação da gestão, e recebeu destaque a parceria com o governo federal que tem quase 3 mil pessoas no Bolsa Família e 8 mil no Cadastro Único, público este, que saiu da situação de risco gerando uma média de 15 milhões de reais injetados, anualmente, na economia local, valor superior ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e ao Fundeb do município.

A oferta de atendimento médico especializado incrementado este ano, foi mencionado como uma vitória, hoje profissionais de ortopedia, cardiologia, neurologia, cirurgia, ginecologia, pediatria e urologia podem ser encontrados no Município. O aumento de 30% do número de alunos cadastrados no Censo Escolar também foi apontado.

Dentre os desafios, foram elencadas a necessidade de se comprovar a quantidade atual de moradores da cidade que é superior ao apontado pelo último censo do IBGE objetivando gerar uma melhor arrecadação para 2017; e a inclusão de Colinas do roll das cidades inteligentes do mundo, pela qual o Prefeito assinou em comunhão com as demais cidades o Plano de Gestão 2020, delineado nos eixos Gestão Pública; Arquitetura e Urbanismo; Sustentabilidade e Energia; Mobilidade Urbana; Empreendedorismo e Startups; Segurança Inteligente; Educação Inovadora; Vida Saudável; e Economia Criativa, fator mencionado que deve empreender muitos esforços para que sua aplicabilidade seja perseguida e concretizada segundo a ótica do Programa, mas incorporada ao cotidiano de trabalho.

‟Podemos melhorar muito, mas temos muito bons resultados tudo isso graças a capacidade de compreensão da equipe que entendeu o melhor momento de fazer sacrifícios necessários para que nosso poder de atuação não sofresse grandes impactos”, concluiu o prefeito Santana.