Educação

Foto: Divulgação Alguns dos alunos aprovados concluíram o curso de magistério no último mês de julho Alguns dos alunos aprovados concluíram o curso de magistério no último mês de julho

Onze alunos indígenas do Tocantins foram aprovados, na primeira chamada, no Curso Superior de Educação Intercultural/2016, ofertado pela Universidade Federal de Goiás. Foram oferecidas 32 vagas, o total de tocantinenses aprovados representa 32% do total de ingressos.

São indígenas das etnias Xerente, Krahô, Karajá e Apinajé. Na lista dos aprovados, estão indígenas dos estados de Mato Grosso, Maranhão, Tocantins e Goiás.

O curso é destinado à formação superior de professores indígenas da área de educação escolar da Rede Pública de Ensino. A gerente de Desenvolvimento da Educação Indígena, Cleide Araújo, explicou que esses alunos são provenientes dos curros de Magistério promovidos pela Secretaria da Educação do Tocantins. “Alguns desses jovens concluíram o ensino médio na modalidade Magistério no último mês de julho, os quais participaram da formatura realizada em Miracema”, informou Cleide.

A professora Cleide atribui esse resultado ao Programa de Formação de Professores do Tocantins, que promove o acesso à formação profissional de todos os professores do Estado. “Com isso, percebemos que os professores sentem-se mais valorizados, ficam com a autoestima elevada e estão mais preparados para atuarem na área do ensino”, frisou Cleide.

Matrículas

Os classificados estão convocados para efetivarem o cadastro e a matrícula, que será realizada no período de 7 a 8 de janeiro, das 8 às 12 e das 13 às 17h, no Centro de Gestão Acadêmica (CGA), da Universidade Federal de Goiás, no prédio da Reitoria, situado no Campus Samambaia, Goiânia/GO.