Polí­cia

Foto: Divulgação Menina Laura continua desaparecida Menina Laura continua desaparecida

Nesta segunda-feira, 25, completam 17 dias do desaparecimento da menina Laura Vitória, 9 anos e ainda não há pistas nem suspeitos do caso.

Procurada pelo Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 25, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) , por intermédio da Polícia Civil, informou que todos os esforços continuam sendo efetuados, no sentido de localizar a criança Laura Vitória, a qual encontra-se desaparecida desde o último dia 9 de janeiro, o mais rapidamente possível.

 Para tanto, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que é responsável pelo caso, conta com o apoio de outras unidades policiais, além da Diretoria de Inteligência e Estratégia da SSP. 

 A avó da menina, Gilsandra Pereira  em entrevista ao Conexão Tocantins voltou a fazer um apelo para que quem tiver alguma pista encaminhe para a Polícia ou para a família. “ Ninguém sabe é de nada até agora estamos sofrendo muito”, disse

Os familiares continuam a procura pela menina paralelo ás investigações da Polícia. Eu só queria que quem  pegou minha menina que devolvesse, nem vou mexer com justiça mas queria que devolvessem pelo amor de Deus”, disse.

Exames

Na semana passada peritos do Laboratório de Análises Forense da Polícia Científica realizaram a coleta de fios de cabelos da mãe da criança Laura Vitória. Os folículos capilares serão utilizados para exames toxicológicos, o que possibilita analisar de forma mais detalhada, sob a ótica de uma janela mais ampla de até três meses com o objetivo de detectar o consumo de drogas, tais como maconha e cocaína.

O exame foi requisitado pelo delegado João Sérgio Vasconcelos Kenupp, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), responsável pelas investigações sobre o desaparecimento da criança. Ainda segundo o perito, Cláudio Gonçalves da Costa, responsável pela coleta, o corte dos cabelos, se dá, rente ao couro cabeludo, na região da coroa da cabeça.

Entenda o caso

Laura Vitória saiu de casa por volta das 10h30 do sábado 9 de janeiro para ir a um supermercado e desapareceu quando foi comprar uma lata de milho em um mercado próximo de casa. Ela mora com a avó na região sul da capital. O caso gera forte comoção social e tem repercutido nas redes sociais.

As imagens das câmeras de segurança do mercado mostram o exato momento em que a criança entra e sai do local, no setor Lago Sul. As investigações do caso estão integralmente a cargo da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), sob o comando do delegado João Sérgio Vasconcelos Kenupp.

O caso ganha cada vez mais repercussão nas redes sociais e muitos posts pedem que as pessoas ajudem a encontrar a menina. No domingo, 17, populares e amigos da família saíram pelas proximidades do bairro para procurar a menina junto com familiares.

Por: Redação

Tags: Laura Vitória Oliveira, Polícia Civil