Estado

Foto: Leila Mel Prefeitura de Araguaína priorizou gastar na reforma da rodoviária do município em detrimento do carnaval Prefeitura de Araguaína priorizou gastar na reforma da rodoviária do município em detrimento do carnaval

Pelo menos 30 cidades do Estado que tem tradição de fazer o Carnaval não farão a festa este ano ou farão um evento menor. Os dados são da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) repassados ao Conexão Tocantins pelo presidente da entidade, prefeito de Brasilândia, João Emídio.

Em entrevista ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, ele afirmou que levanta os dados do impacto da crise na realização das festas nas prefeituras. “Muitos municípios não vão fazer ou farão uma festa menor, mesmo com a tradição cultural que estes municípios tem, nós sabemos que a queda do FPM impactou muito”, frisou. Em Brasilândia, por exemplo, não haverá a festa este ano.

A segunda maior cidade do Estado, Araguaína também não fará a festa e o prefeito Ronaldo Dimas (PR) anunciou que  valor de R$ 400 mil que seria investido na festa será destinado para reforma da rodoviária da cidade. A cidade de Colinas do Tocantins também não terá carnaval este ano em razão da crise. Na região do Bico do Papagaio, o município de Tocantinópolis foi o primeiro a anunciar a não realização da festa este ano.

Segundo o presidente da ATM, os prefeitos dos 111 municípios menores do Estado (com menos de 5 mil habitantes) se assustaram com a retração do repasse do FPM este ano. “Temos que ter máximo de cautela, a maioria dos municípios está fazendo uma festa mais tímida e menor”, disse ao defender que cada cidade reforce as prioridades.