Meio Ambiente

Foto: Luciano Ribeiro

O governador Marcelo Miranda disse que o Tocantins é o único Estado com ações concretas para o cumprimento das metas aprovadas pelos líderes mundiais na cúpula das Nações Unidas, em 2015. A declaração foi feita durante o discurso de abertura do Seminário Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), na manhã desta quarta-feira, 3, no auditório do Palácio Araguaia. O evento foi realizado em parceria com o Governo do Estado e a Prefeitura de Palmas

Marcelo Miranda foi enfático ao lembrar que os pontos defendidos no ano passado, durante a Conferência Mundial do Clima, em Paris, precisam sair do papel. “Esse seminário acontece em um momento importante, pois os dezessete objetivos de desenvolvimento sustentável passam a ser incentivados e relembrados com maior frequência”, disse ele,  acrescentando que “é preciso que haja uma força conjunta do governo, da iniciativa privada e da sociedade para promover o bem-estar social, por meio de uma convivência harmônica entre o homem e o meio ambiente”, informou.

Ao abordar as desigualdades sociais, a oferta de energia acessível e limpa e a importância das comunidades sustentáveis, o governador fez referência à estudante Maria Clara, de 10 anos, que na ocasião representou as crianças tocantinenses, e defendeu mais atenção para as crianças, que muitas vezes não têm acesso a escolas e a outros benefícios que garantam uma vida digna. Foi enfático ao dizer que o estado está empenhado para que os direitos humanos, principalmente o das crianças, dos adolescentes e das mulheres sejam respeitados.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Pedro Ferreira, disse que a entidade defende todas as metas e está unida ao governo, de forma a colocar o Tocantins à frente das discussões sobre o assunto em nível nacional. “Precisamos transformar o que está no papel em realidade”, disse.

Presente ao evento, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Osires Damaso, ressaltou que é preciso que cada um repense o que está fazendo pelo Planeta e pelo próximo. “Estamos unidos nessa questão e a Assembleia Legislativa está de portas abertas para ajudar a alavancar esse projeto”, afirmou.

Palestras

Após a abertura oficial, a programação do Seminário prosseguiu com duas palestras. A primeira, proferida pelo assessor sênior da ONU, Haroldo Machado Filho, abordou o tema Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Em um segundo momento, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, falou sobre o programa “Palmas Solar”.

O Seminário

O Seminário apresentou e defendeu metas instituídas pela Organização das nações Unidas (ONU) para o desenvolvimento sustentável. Realizado pelo Sebrae, em parceria com o Governo do Estado e Prefeitura de Palmas, defendeu a aplicação de 17 objetivos, que englobam 169 metas. A previsão é de que sejam executados até 2030 em todo o mundo. Os objetivos foram definidos na Assembleia geral da ONU, em setembro do ano passado, e homologados na COP-21, que ocorreu em Paris no final de 2015.

Estruturados a partir do legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (OMD), os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável pretendem concluir o que estes não conseguiram alcançar e responder aos novos desafios enfrentados pela comunidade internacional. A implementação dos pontos dependerá do comprometimento global com a participação ativa de governos, da sociedade civil, do setor privado, da mídia e das nações Unidas.