Saúde

Foto: Sara Cardoso

Em uma reunião com cerca de quatro horas de duração, na tarde desta sexta-feira, 5, o secretário de Estado da Saúde, Marcos Esner Musafir, e o subsecretário, Claudio Manoel Soares Nunes, receberam representantes do Sindicato dos Médicos do Estado do Tocantins (Simed) para ouvir demandas e dialogar com a categoria.

Na ocasião, o secretário afirmou que o foco principal do Governo do Estado é o paciente e, consequentemente, o atendimento com qualidade, responsabilidade, ética e humanização. “Esse momento foi muito importante e estou cumprindo a determinação do governador Marcelo Miranda de ouvir todas as categorias profissionais da área da saúde para  buscar um entendimento e reforçar o respeito que o Governo tem por essas categorias, motivando-os a fazer uma boa saúde aqui  no Estado do Tocantins”, disse.

Durante a reunião foram discutidos vários temas, como a motivação dos profissionais, revisão das estruturas gestoras dos hospitais com foco em resultados, plantões extras, abastecimento das unidades e cumprimento da carga horária, tema que o sindicato fez questão de destacar ser favorável ao rígido controle e registro para avaliação do cumprimento da carga horária e a real correção das escalas médicas.

Segundo a presidente do Simed, Janice Painkow, a reunião foi bastante produtiva. “Nós tínhamos uma pauta imensa porque já fazia meses que a Secretaria de Estado da Saúde não nos recebia, mas agora a gente viu uma abertura muito grande para o diálogo. Ficamos muito felizes com a posição do secretário e vamos agendar um próximo encontro para solucionar cada um dos itens que verificamos que são urgentes”, destacou.

“Ponderamos  vários temas e deixamos clara a posição de liderança da  Secretaria de Estado da Saúde, porém, com todo carinho e respeito a todos os profissionais  de saúde, ouvindo a todos para construímos juntos  uma saúde melhor para toda a população tocantinense” reforçou Musafir.

Também participaram da reunião o superintendente de Assuntos Jurídicos da Sesau, Pabllo Félix de Araújo, e os médicos Nara Neli Torres, Hélio Marques Maués e Orestes Sanches Júnior, do Simed.