Estado

Foto: Divulgação

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins (OAB-TO), Walter Ohofugi, pediu, nesta última segunda-feira, 15, apoio dos magistrados do Tocantins à campanha de combate ao caixa 2 nas eleições municipais. A campanha será promovida pela Ordem e a Confederação Nacional dos bispos do Brasil (CNBB). O pedido foi feito em discurso durante a cerimônia de posse da nova diretoria da Asmeto (Associação dos Magistrados Estaduais do Tocantins), que ocorreu no Plenário do Tribunal de Justiça, em Palmas.

“A senhora e a magistratura do Tocantins estão convidadas para o evento e, principalmente, para integrar a campanha que, tenho certeza, é de interesse de todos que tenha sucesso”, destacou Ohofugi, ao se referir diretamente a nova presidente da Asmeto, a juíza Juliana Marques.

Ohofugi lembrou que a OAB Nacional, em conjunto com outras instituições, conseguiu obter sucesso com a aprovação do fim das doações de empresas para as eleições. Agora, o segundo e importante passo é combater o caixa 2 nas eleições, para que, assim, a disputa não seja decidida pelo dinheiro. “Cabe destacar senhores que essa luta toda teve como um dos principais expoentes um magistrado, o juiz Marlon Reis”, salientou Ohofugi, ao lembrar que Marlon Reis estará no lançamento da campanha no próximo dia 26 de fevereiro.

Austeridade

O presidente Ohofugi reiterou, também, que os poderes constituídos precisam ter zelo com os recursos públicos, ainda mais neste momento de crise financeira no Brasil e no Tocantins. “Como disse há pouco menos de duas semanas na abertura do ano judiciário, a OAB é uma parceira para tudo o que trouxer melhores condições para a justiça. Contem conosco para lutar por melhores condições no interior, mais juízes e ações que aumentem a eficácia do nosso Judiciário. Por outro lado, neste momento de grande dificuldade financeira no país e no Estado, cabe a todos nós, advogados, juízes e promotores darmos exemplo no zelo dos escassos recursos financeiros”, destacou o presidente, ao lembrar que o pedido de zelo com o dinheiro público já havia sido feito no mesmo local do evento de ontem.

O evento contou com a presença de várias autoridades do meio jurídico.

Por: Redação

Tags: ASMETO, CNBB, Caixa 2, Juliana Marques, OAB, Walter Ohofugi