Estado

Foto: Divulgação

A Controladoria Geral do Estado do Tocantins (CGE-TO) divulgou em sua página os relatórios de dados consolidados referente aos acessos ao Portal da Transparência e ao Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), ambos do ano de 2015. Conforme observado pelo relatório, o cidadão está cada vez mais interessado em buscar por informações e participar da administração pública.

De acordo com o relatório, elaborado pela diretoria de Ouvidoria, Transparência e Combate à Corrupção, os registros contabilizaram 252.501 usuários em mais de um milhão e trezentas visualizações. Ainda conforme o relatório, o mês de novembro foi o mais acessado, somando 198.963 visualizações, enquanto que abril foi o mês menos acessado, com 44.234.

Dentre as páginas mais visitadas estão as informações sobre servidores, com 82,23% dos acessos, seguidas de consultas, despesas, receitas e licitações. Quanto à origem dos acessos, a capital Palmas é a primeira a aparecer em todos os meses de levantamento, com média de 64% dos visitantes, seguidas de Brasília (DF) e Goiânia (GO).

Com relação ao Portal da Transparência, os números de acessos, visualizações e origem dos acessos do ano podem ser visualizados no site do órgão (www.cge.to.gov.br/) no menu Relatórios.

Além do anual, a equipe também já disponibilizou os registros do mês de janeiro deste ano.

Serviço de Informação ao Cidadão

Com destaque no cumprimento dos prazos, o relatório de 2015 aponta que 86% das solicitações do Serviço Informação ao Cidadão são atendidas no prazo de 20 dias, sendo ainda 19% no prazo de um dia, 8% com prorrogação de 10 dias e 6% com mais de 30 dias.

Dentre os órgãos e entidades mais consultados estão a Secretaria da Administração, com 331 pedidos, o que corresponde a 20,96% da demanda; a Secretaria da Fazenda, com 167 pedidos e 10,58% das solicitações; e a Secretaria da Educação, Juventude e Esportes com 114 pedidos e 7,22% da demanda.

Quanto à origem das solicitações, o relatório registrou também Palmas como responsável por 413 pedidos, Miracema do Tocantins com 115 e o Estado de São Paulo com 101 registros, o restante estão distribuídas entre alguns municípios tocantinenses, o Distrito Federal e outros estados.

 “É importante destacar que o Serviço de Informação ao Cidadão, apesar de ser também uma ferramenta de Transparência, é avaliado de acordo com os pedidos feitos pelo cidadão, dessa forma, sua transparência é passiva, o que permite ao interessado acompanhar sua solicitação para receber a resposta dentro dos prazos estipulados”, explicou a diretora de Transparência, Kátia Barcelos.

Para o secretário chefe da CGE, Luiz Antonio da Rocha, esses números evidenciam todo trabalho e comprometimento da gestão em dar segurança ao cidadão de uma administração pública estadual confiável e transparente. Na última avaliação da Escala Brasil Transparente, em que o Tocantins ocupa a primeira colocação no panorama dos Governos Estaduais referente ao cumprimento da Lei de Acesso à Informação.

Todos os relatórios estão disponíveis no site do órgão www.cge.to.gov.br.