Estado

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol/TO), representado pelo presidente Moisemar Marinho, pelo tesoureiro Argus Nazareno, e o diretor João Paulo Coelho e também pelo assessor jurídico do Sindicato, Leandro Manzano, estiveram no Ministério Público Estadual (MPE), nessa quarta-feira, (24), para levar ao conhecimento do órgão os problemas da categoria junto ao Governo do Estado. O Sindicato pediu para que o MPE tome as providências judiciais cabíveis para ajudar a solucionar as questões.

Na pauta estavam as seguintes demandas: o repasse da contribuição sindical das mensalidades dos servidores, o repasse dos planos de saúde e também o repasse dos consignados junto aos bancos.

O grupo foi recebido pelo procurador geral de Justiça, Clenan Renault de Melo Pereira e pelo promotor de Patrimônio Público Edson Azambuja. De acordo com a promotoria, já foram tomadas providências quanto as questões do Plansaúde e dos consignados, tendo dois inquéritos civis instaurados.

Além disso, o Sindicato apresentou as notificações enviadas ao Governo, a Secad e a Sefaz, e o MPE garantiu que irá tomar as medidas que forem necessárias para sanar essa situação enfrentada pela categoria.

Lembramos que o Estado já se comprometeu em resolver a situação o mais breve possível.