Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado Osires Damaso (DEM), participou na manhã da segunda-feira, 29, do seminário Diálogo Brasil – Japão: Intercâmbio Econômico e Comercial em Agricultura e Alimentos no Matopiba. A sigla se refere às áreas produtivas dos estados do Maranhão, Tocantins, sul do Piauí e oeste da Bahia. Também foi assinado o Memorando de Cooperação entre o Governo do Japão e do Brasil no campo da agricultura, além da criação de duas frentes para apoiar projetos de desenvolvimento para a região: a Frente Estadual de deputados e a Frente dos prefeitos.

Assinaram o termo de criação das frentes, além de Osires Damaso e da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, senadora Kátia Abreu, a deputada Juliana Moraes (PMDB), representando a Assembleia Legislativa do Piauí, e os deputados federais do Tocantins, Irajá Abreu (PSD), Carlos Henrique Gaguim (PMB) e Dulce Miranda (PMDB).

Já o documento de cooperação assinado pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), e pelo ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do Japão, Hiromich Matshushima, prevê ações conjuntas para projetos em rodovias, ferrovias e hidrovias. O acordo também abrange a cooperação técnica com pequenos produtores, investimentos em centros tecnológicos e promoção do empreendedorismo rural.

Outro ato assinado foi chamado de “Declaração de Pautas” e consiste em uma pauta de investimentos conjuntos. Foi sugerido ainda pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), uma audiência dos governadores dos estados do Matopiba com a presidente Dilma Rousseff (PT) e a ministra da Agricultura a fim de acelerar a liberação de recursos.

Além de palestras, os governadores do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), do Piauí, Wellington Dias (PT), do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), apresentaram os potenciais de seus estados e enfatizaram os investimentos em produção de alimentos, energia e gás natural como forma de contornar a crise. O evento contou com a participação do embaixador japonês Kunio Umeda, de empresários japoneses, além de políticos e estudantes brasileiros.