Saúde

Foto: Divulgação

Um trabalho em conjunto realizado pelas equipes de profissionais de saúde do Hospital Regional de Gurupi (HRG), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município de Gurupi resgatou um homem identificado como Renato Luiz da Costa, 45 anos, que desde 2012 estava vivendo nas ruas da cidade.

Na quarta-feira, 02, uma força tarefa foi feita para encaminhar Renato ao HRG. Equipes do Samu e do hospital foram até o lugar onde ele estava vivendo para propor ajuda. Ele aceitou e foi encaminhado para receber os primeiros cuidados.

Renato tem problemas de memória e está sendo acompanhado pela equipe de psiquiatria da unidade. Para a médica, Carla Cintia Prado, que atua na área de psiquiatria do hospital e que está acompanhando o caso, “ele está com um bom desenvolvimento, recebendo os cuidados necessários como medicação e acompanhamento psiquiátrico”. “Estamos satisfeitos com seu progresso”, disse a médica.

Serviço Social

Toda equipe do serviço social do HRG está envolvida com a situação. “Nos chamou muito a atenção e os cuidados com ele têm sido redobrado, desde a higienização até a busca para identificar os familiares”, disse a coordenadora do serviço social do HRG, Glaucia Carneiro.

Glaucia explicou também que o hospital já conseguiu identificar que Renato é natural de Nova Aliança do Ivaí, no Paraná, mas que ele morou em Serrania no Estado de Minas Gerais, onde já foram identificados alguns familiares.

O caso também está sendo acompanhado pelo Centro de Atendimento Psicossocial de Gurupi.