Economia

Foto: Divulgação

Desde que ingressou no mercado de trabalho, Maria Adeneide Mendonça, ou Tia Dê, como gosta de ser chamada, sonhava em abrir o seu próprio negócio. Depois de 22 anos trabalhando como funcionária pública, ela finalmente realizou seu sonho e abriu o próprio empreendimento, “Tapiocas da Tia Dê”. Foram três anos de aprendizado, angústias e conquistas e com o apoio do Sebrae Tocantins, a empresária se diz realizada.

Adeneide começou tímida no mundo dos negócios e durante o seu caminho como empreendedora, enfrentou muitos desafios, sentindo na pele que empreender não era tão simples quanto acreditava ser. Mesmo com as privações, ela persistiu e buscou se capacitar cada vez mais, de forma a oferecer serviços de qualidade cada vez maior e conquistar mais clientes.

A empreendedora participou de consultorias do Sebrae, sendo orientada na criação da sua identidade visual e reformulação de seus cardápios - que agora são bilíngues - a fazer a gestão de sua produção com boas práticas de manipulação de alimentos, bem como a aprimorar sua gestão financeira. “O que eu faço é dar o melhor de mim e buscar melhorar sempre a qualidade do meu produto, dessa forma posso conquistar meus clientes através do sabor”, revela a empresária.  

Planejamento

Para a analista técnica do Sebrae Leila Ferreira, o primeiro passo de um empreendedor que deseja se destacar no mercado é se planejar estrategicamente. “O empresário precisa saber qual o objetivo que quer para sua empresa e buscar inovar e se planejar para alcançar o que almeja”, comenta a analista.

Atualmente, as Tapiocas da Tia Dê geram renda para sete famílias. Adeneide vem aproveitando oportunidades, como os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas que aconteceu em Palmas em outubro passado, para se mostrar ao mercado e colocar sua marca em evidência, ela também espera poder transformar seu empreendimento em uma franquia ainda este ano.