Campo

Foto: Manoel Junior

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizam na tarde desta sexta-feira, 1º de abril, a entrega de 13 tanques de resfriamento de leite para cooperativas, associações e sindicato. A ação tem o objetivo de modernizar o segmento promovendo uma boa logística e fortalecendo a cadeia produtiva do leite. O evento acontece às 15h, no auditório da Secretaria.

Na programação, palestra com o gerente de Agroindústria da Seagro, Telmo Dornelles Gosch sobre o histórico, ações e metas do convênio 781963 2012 do Mapa, seguida da palestra sobre o uso adequado dos tanques de resfriamento, com Luís Felipe da Conceição do Mapa. Após as palestras, assinatura do termo de entrega dos tanques aos permissionários.

Serão entregues 13 tanques, sendo dois para a Associação de Pequenos Produtores de Leite de Palmas (Ascabra), cinco para a Associação Roseli Nunes dos Trabalhadores do Assentamento Osiel Alves Pereira (ARNTAOAP), outros cinco para Cooperativa dos Produtores Agropecuários de Guaraí (Coopag) e um para a Associação de Apoio à Escola Família Agrícola de Porto Nacional. A aquisição dos equipamentos beneficiarão 240 produtores de 20 municípios tocantinenses.

Segundo o gerente de Agroindústria da Seagro, a aquisição dos equipamentos é proveniente de recursos do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), por intermédio da Secretaria da Agricultura, no valor de mais de meio milhão (R$ 519.899, 85) com contrapartida do Governo Estadual, para a compra de 45 tanques. Deste total, já foram entregues 32, sendo 16 para o Sindicato Rural de Paraíso, em Paraíso do Tocantins, e 16 para a Cooperativa dos Produtores do Vale do Araguaia (Vallecoop), em Araguaína.

“O tanque resfria e conserva mantendo a melhor qualidade do leite durante o armazenamento e transporte para a indústria”, explica o gerente. “As medidas de apoio ao meio rural, sejam técnicas, organizacionais, de infraestrutura ou de agroindustrialização, como esta, promovem a segurança alimentar trazendo benefícios à saúde e qualidade de vida a toda a população do Estado”, destaca Telmo Dornelles Gosch.

Cadeia produtiva do leite

O Tocantins tem hoje um rebanho de 467.669 cabeças de vacas ordenhadas, com uma produção de mais de 325 milhões de litros de leite por ano. O Estado é o terceiro maior produtor de leite bovino da Região Norte, tendo um crescimento de 20% na produção láctea entre os anos de 2010 a 2014. O setor desponta na economia como um grande gerador de emprego e renda tanto no meio rural como urbano, além do importante incentivo de fixar o homem a terra.