Saúde

Foto: Divulgação Assinatura do termo de cooperação técnica ocorreu em Brasília-DF Assinatura do termo de cooperação técnica ocorreu em Brasília-DF

A Associação Nacional do Ministério Público de Defesa da Saúde (Ampasa) assinou com o Instituto Ética Saúde (IES), na última quarta-feira, 30, em Brasília, um Termo de Cooperação Técnica que viabilizará a execução do programa “Ética Saúde”. A iniciativa irá otimizar o processo de fiscalização de toda a cadeia produtiva de órteses e próteses no Brasil.

A promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Tocantins, Maria Roseli de Almeida Pery, participou da cerimônia enquanto segunda vice-presidente da Ampasa. A solenidade também contou com a presença do presidente da Associação, Promotor de Justiça Gilmar de Assis (MG); e do presidente do Instituto Ética Saúde, Gláucio Pegurin Libório.

Para Maria Roseli, a parceria entre a Ampasa e o IES permitirá uma atuação mais qualificada dos membros do Ministério Público brasileiro nesta área. “Procuradores e promotores de justiça terão à disposição um vasto leque de informações de credibilidade, que contribuirá no enfrentamento da corrupção, da concorrência desleal e dos desvios na cadeia produtiva de órteses e próteses no Brasil”, avaliou.

Estiveram presentes no ato de assinatura do Termo de Cooperação representantes do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), do Ministério Público Federal, do Ministério Público de São Paulo, da Associação Médica Brasileira (AMB), da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG), além do deputado estadual Antônio Jorge (MG) e da diretora da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde (ABIIS), Lilian Orofino.