Campo

Foto: Delfino Miranda

A Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) reuniu na manhã desta quarta-feira, 20, comerciantes do setor de hortifrutigranjeiros da Capital, para orientá-los sobre as normas de trânsito de produtos vegetais adquiridos de outros estados. Representantes de cinco empresas da capital participaram das reuniões que também serão realizadas em outros municípios do Estado.

Segundo o responsável técnico pelo Programa Estadual de Trânsito de Produtos de Origem Vegetal, Antônio Nogueira, o objetivo da reunião foi orientar os comerciantes de hortifrutigranjeiras de Palmas, que ao adquirirem produtos de origem vegetal com restrições fitossanitárias, exijam do vendedor a Permissão de Trânsito Vegetais (PTV).

Ainda de acordo com o responsável técnico, a reunião foi bastante produtiva e os empresários reconheceram a importância do tema para a sanidade vegetal do Tocantins. “A portaria da Adapec nº 515/2015 obriga que todos os veículos com cargas de produtos vegetais ao adentrarem no estado devem parar nas barreiras sanitárias da Agência. Caso sejam constatadas irregularidades nas cargas, as sanções podem ser aplicadas em quem vende, transporta e compra os produtos”, ressaltou Antônio Nogueira.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse que a Agência realizará este trabalho de educação sanitária junto aos comerciantes de hortifrutigranjeiros em todo o estado “para evitar a entrada e disseminação de pragas que possam causar prejuízos para o produtor e contribuir para a oferta de produtos de boa qualidade aos consumidores”, destacou o presidente.

Trânsito de vegetais

Para o transporte de produtos vegetais é obrigatória a apresentação da Permissão de Trânsito Vegetal, para culturas com restrições fitossanitárias. A ausência deste documento poderá acarretar ao proprietário e ao transportador apreensão e destruição da carga, além de cobrança de multa.

Por: Redação

Tags: Adapec, Antônio Nogueira, campo