Polí­cia

Foto: Dennis Tavares

A Polícia Civil, por intermédio da 5ª Delegacia de Polícia, alerta a população de Palmas e região, quanto à necessidade de tomar medidas de precaução a fim de não ser vítima do golpe do falso sorteio, que continua a ser amplamente aplicado no Tocantins e em todo território nacional.

De acordo com o delegado Evaldo de Oliveira Gomes, o golpe do falso sorteio, aplicado pelo telefone, fez mais uma vítima em Palmas, nesta última segunda-feira, 9, quando um cidadão, que preferiu não se identificar, recebeu uma ligação de alguém que se identificou como funcionário da operadora de telefonia celular Claro, dizendo que a vítima havia ganhado uma quantia de R$ 20 mil.

Contudo, para receber tal prêmio, o contemplado teria que fazer um depósito no valor de R$ 2.249,63, em uma Agência da Caixa Econômica Federal (Agência 0920), na conta de número 013.00104.870-1, em nome de Maria Rosalia Freire da Silva. Sem saber que se tratava de um golpe, a vítima depositou a quantia pedida. Porém, alertada por terceiros sobre a possibilidade de ter caído em um golpe, compareceu à 5ª DP, onde registrou um Boletim de Ocorrência.

Com base na denúncia, os policiais civis fizeram os levantamentos necessários e entraram em contato com o número do telefone, do qual originou a chamada para a vítima, e constataram que realmente se tratava de uma fraude.

Seguindo os procedimentos cabíveis, os policiais civis entraram em contato com o gerente da Agência Bancária da Caixa, em Taquaralto, onde o mesmo conseguiu reverter o depósito, fazendo com que a vítima não ficasse no prejuízo.

Para o delegado Evaldo Gomes, que atendeu a ocorrência, as pessoas devem ficar atentas com o golpe por telefone, que mesmo sendo bastante conhecido, ainda faz muitas vítimas na capital do Tocantins. “Uma ligação ou uma mensagem de texto no telefone que sugere ao consumidor que este foi premiado numa campanha de marketing promovida pela operadora de telefonia, lojas de departamentos ou emissoras de televisão, deve ser confirmada. Nesse sentido, orientamos as pessoas ligar para um número de celular para confirmar os dados e assim poder receber os prêmios anunciados”, alerta o delegado que ainda chama a atenção para a possibilidade do ganho fácil. “Dificilmente uma empresa oferece prêmios via telefone ou pede que o cliente faça depósito em contas bancárias. Para usuários da telefonia móvel, a melhor dica é controlar a ganância e usar o mínimo de bom censo. Não deposite valor algum em banco visando receber prêmio”, esclarece.