Economia

Foto: Divulgação

O setor florestal brasileiro estará com os olhos voltados para Palmas, Tocantins, com a realização do 8º Congresso Internacional de Desenvolvimento Econômico Sustentável da Indústria de Base Florestal e de Geração de Energia, marcado para esta quinta-feira, 16 e sexta-feira, 17. Além de empresários, diretores de grandes empresas e pesquisadores, o Madeira 2016 – como é conhecido o Congresso – está chamando a atenção da classe política do Estado.

O governador Marcelo Miranda confirmou presença no congresso, que também vai contar com a participação do corpo técnico da Secretaria de Agricultura do Estado, além da presença do presidente da Frente Parlamentar de Silvicultura, deputado federal Newton Cardoso Junior (PMDB/MG) e do vice-presidente, o deputado federal Irajá Abreu (PSD/TO), que é do Estado.

Promovido pelo Instituto Besc de Humanidades e Economia, esta edição do congresso terá como tema "a produção da madeira para uso múltiplo e a competitividade do setor de base florestal no mercado internacional".

De acordo com Jussara Ribeiro, presidente do Instituto Besc de Humanidades e Economia, a expectativa é repetir o sucesso das edições anteriores. "Estamos na oitava edição e a cada dois anos realizamos o congresso em um Estado com vocação para a indústria de base florestal. O País passa por um momento difícil e, a partir daí, grandes ideias surgem", disse Jussara Ribeiro. 

O Madeira 2016 também vai premiar personalidades do setor florestal nas categorias comunicador social, empresário, executivo, gestor público, pesquisador e organização social.

O evento será marcado por uma agenda temática dividida em cinco painéis, que terão os seguintes temas: "uso da madeira certificada como sistemas construtivos", "a importância dos produtos madeireiros na bioeconomia", "impacto dos grandes acordos internacionais no comércio de produtos madeireiros", "políticas de investimentos e valorização de florestas", "reflorestamento no Estado do Tocantins e seu impacto na economia".

Antes do Madeira 2016 começar, haverá uma reunião da Câmara Setorial de Florestas Plantadas do Ministério da Agricultura, Pecuária Abastecimento (Mapa), na quarta-feira, 15. A reunião terá participação de Walter Rezende, recém-eleito presidente da Comissão Nacional de Silvicultura da Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), do coordenador geral de Borracha e Floresta do Mapa, Fernando Castanheira, do chefe-geral da Embrapa Florestas, Edson Iede, entre outros.

Será a 31ª reunião e na pauta há temas como a flexibilização da política de aquisição de terras por estrangeiros, licenciamento ambiental, instrução normativa para a vespa da madeira, entre outros.

A realização do Madeira 2016 em Palmas conta com o apoio de várias entidades e empresas, entre elas a Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins.