Polí­cia

Foto: Divulgação

A equipe de policiais civis do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), com apoio da 3ª Delegacia de Polícia de Palmas (3º DP) cumpriu na manhã desta quinta-feira, 16, um mandado de prisão em desfavor de dois irmãos suspeitos de terem matado um policial militar do Pará, no município de Imperatriz (MA), em 2015.

De acordo com o delegado do Gote, Rildo Barreira, os irmãos Erick H. B.  R.  e Emerson M. B. R. estavam em uma residência na região norte de Palmas, quando foram presos.  

Segundo a Polícia Civil, os dois irmãos já cometeram outros crimes no Tocantins.“Erick H. B.  R. já havia sido preso em maio de 2015 por assalto. Ele foi condenado, e, depois que cumpriu o regime semi-aberto, foi preso novamente por tráfico de drogas. Já seu irmão, Emerson M., está respondendo criminalmente por posse ilegal de arma de fogo no regime semi-aberto, crime ocorrido em março deste ano”, afirma o delegado Rildo.

O policial militar, sargento Acácio, foi assassinado no dia 1º de novembro de 2015. Na ocasião, o PM foi atingido por um tiro de arma de fogo na cabeça, em um povoado do município de Imperatriz (MA).

Por: Redação

Tags: Gote, Polícia, Polícia Civil, Rildo Barreira