Polí­cia

Foto: Divulgação

Policiais civis da 5ª Delegacia de Palmas, coordenados pelo delegado Evaldo de Oliveira Gomes recuperaram um veículo gol, ano 2012, de cor preta, além de uma grande quantidade de objetos, que haviam sido roubados por três indivíduos, em uma chácara, no dia 27 de junho de 2016, em Palmas.

Conforme o delegado no dia dos fatos, três indivíduos armados com facas, foice e pedaços de madeira, chegaram a uma residência, a qual fica localizada em uma chácara, nas imediações do Setor Maria Rosa, em Palmas e, mediante grave ameaça, renderam e amarraram o proprietário do local.

Em seguida, os três suspeitos entraram na residência, de onde subtraíram vários utensílios domésticos, uma mala com diversas peças de roupas, além de uma grande quantidade de ferramenta, bem como aparelhos eletroeletrônicos e um cartão de crédito da vítima. Logo após, os três indivíduos colocaram tudo dentro do veículo da vítima e fugiram, tomando rumo ignorado.

Tão logo tomou conhecimento dos fatos, os policiais civis da 5ª DPC, deram início às investigações e, após receber uma denúncia anônima, foram até o Setor Belo Horizonte, onde localizaram dois suspeitos de participação no roubo. No entanto, ao serem ouvidos pelos agentes, os indivíduos negaram a autoria dos fatos, mas afirmaram conhecer os verdadeiros autores do crime, bem como o local onde estariam escondidos.

De posse das informações repassadas, os policiais foram até uma Kitnet, localizada na Quadra 1206, onde encontraram e apreenderam o veículo roubado, bem como uma grande quantidade de produtos roubados, os quais estavam em poder de um adolescente, de 17 anos de idade. O menor foi levado à Central de Flagrantes da Polícia Civil e acabou recolhido ao Centro de Atendimento Sócio educativo (CASE), em Palmas, pelo fato de o mesmo possuir um mandado de internação, em aberto, pela prática de outros atos infracionais, na Capital.  

 Além dos produtos roubados da residência da vítima, na chácara, os policiais civis apreenderam também, uma grande quantidade de objetos novos, os quais foram adquiridos pelos autores do roubo, mediante o uso do cartão de crédito da vítima.

Ainda de acordo com o delegado, as investigações da PC apontaram que, após cometer o roubo à chácara, os três homens passaram a utilizar o veículo e a fazer compras no comércio da capital, utilizando o cartão de crédito roubado. O delegado afirmou ainda que as investigações terão continuidade a fim de que a Polícia Civil possa identificar e prender os outros dois indivíduos, que agiram com o menor de idade durante a prática do roubo do veículo e dos objetos, na zona rural.