Educação

Foto: Elias Oliveira Célia Maria ressalta a importância da participação democrática de todos os professores na escolha do livro didático Célia Maria ressalta a importância da participação democrática de todos os professores na escolha do livro didático

Neste ano, os professores farão a escolha dos livros didáticos que serão utilizados em 2017, com alunos do (6º ao 9º ano) do ensino fundamental. A seleção poderá ser realizada até o dia 12 de agosto e serão escolhidas coleções de Artes, Ciências, Geografia, História, Língua Estrangeira Moderna, Língua Portuguesa e Matemática.

A educadora Célia Maria Fernandes Moraes, coordenadora estadual do programa Livro Didático da Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes, orienta que os professores devem primeiro ler o Guia de Livros Didáticos e depois, coletivamente, devem fazer suas escolhas por componente curricular, e anotar em ata. Então, o gestor da escola fará o registro das coleções, no PDDE interativo, ferramenta de apoio à gestão escolar desenvolvida pelo Ministério da Educação, em http://pdeinterativo.mec.gov.br/.

“O diretor deverá divulgar a ata no mural da escola para que todos conheçam as coleções selecionadas. É a importante ressaltar que, qualquer pessoa, professor, aluno ou pai poderá monitorar o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) da sua escola, por meio do próprio portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), podendo consultar sobre quantidade e as coleções que a unidade irá receber”, ressaltou Célia.

Para cada componente curricular devem ser escolhidas duas obras, sendo especificado como 1ª e 2ª opção. Caso não seja possível adquirir os livros da 1ª opção, serão enviados os da 2ª.

Célia lembrou que nesse processo de escolha dos livros didáticos deve ser garantida a participação dos professores que, de forma democrática, possam escolher coleções compatíveis com a realidade de cada comunidade escolar.

Os livros serão utilizados durante o triênio 2017, 2018 e 2019 e faz parte do Programa Nacional do Livro Didático com recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação.

O FNDE enviará uma Carta Azul com informações dos quantitativos de livros e encomendas adquiridas para cada escola. A entrega das coleções deve começar no mês de outubro e vai até janeiro de 2017.