Cultura

Foto: Elizeu Oliveira Para o governador, a Romaria do Bonfim é a maior festa religiosa do Estado e representa para os fiéis um momento único para agradecer pelas graças alcançadas Para o governador, a Romaria do Bonfim é a maior festa religiosa do Estado e representa para os fiéis um momento único para agradecer pelas graças alcançadas
  • Na festa do Senhor do Bonfim, que segundo a história teve origem no século XVIII, é possível encontrar romeiros de várias localidades, que percorrem grandes distâncias em nome da fé e da devoção

Fé e devoção são os principais ingredientes que atraem milhares de fiéis do Tocantins e de outros estados, todos os anos, ao Santuário do Senhor do Bonfim, a 24 quilômetros da cidade de Natividade, região sudeste. Nesta segunda-feira, 15, o governador Marcelo Miranda se juntou a milhares de romeiros para conduzir a imagem do Santo e participar da celebração.

Para o governador, que era acompanhado também da vice-governadora Cláudia Lélis, a Romaria do Bonfim é a maior festa religiosa do Estado e representa para os fiéis um momento único para agradecer pelas graças alcançadas. “É um local de devoção. Aqui as pessoas se reúnem em torno de um só objetivo, que é agradecer pelas graças recebidas e renovar a fé”, disse.

Romeiros

Na festa do Senhor do Bonfim, que segundo a história teve origem no século XVIII, é possível encontrar romeiros de várias localidades, que percorrem grandes distâncias em nome da fé e da devoção. O senhor Paulo Angiele é paulista de Porto Feliz e disse que é a sexta vez que vem ao santuário. “Sou devoto do Senhor do Bonfim e sempre venho ao santuário agradecer pelas vitórias no ano que passou”.

Já dona Maria Santana, moradora de Cariri do Tocantins, disse que veio pela segunda vez para agradecer a graça alcançada. “Meu Neto estava com uma doença grave e graças ao Senhor do Bonfim hoje está curado”.

O reitor do Santuário do Senhor do Bonfim, padre Leomar Sousa da Silva, que pela primeira vez organizou o festejo, agradeceu ao Governo do Estado, e à primeira-dama e deputada federal Dulce Miranda, pelo apoio para realização do evento. “O Governo do Estado, por meio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e outros organismos do Estado foram muito importantes para a realização desse evento”, ressaltou o padre.

Economia

A maior festa religiosa do Tocantins também tem uma grande importância para a economia do município de Natividade. No período do festejo, os setores hoteleiro e de alimentação são os principais beneficiados. No povoado, também é possível encontrar vendedores de artigos religiosos e outros, que aproveitam a ocasião para incrementar a renda familiar. Graciana Batista, dona de casa, é moradora de Natividade e durante o festejo monta um restaurante no local para atender os romeiros. “Todos os anos aproveito o festejo para ganhar uma renda extra”, afirmou.

Segurança

Este ano, o Governo do Estado, por meio da Polícia Militar, promoveu ações estratégicas em parceria com a Igreja Católica e as prefeituras municipais, para garantir a ordem pública, a sensação de segurança dos devotos e dos moradores, bem como proteger o patrimônio nas romarias de Natividade, Araguacema e Fortaleza do Tabocão.

A PM conta com postos de atendimento para prestação de serviços diuturnamente para coibir ações criminosas nas imediações das igrejas e nos locais de grande aglomeração de pessoas. Estão sendo realizados patrulhamentos a pé, em veículos e outros.

O comandante geral da PM, coronel Glauber de Oliveira Santos, explicou que este ano a corporação aumentou o efetivo nas três localidades e, em Natividade, onde tem um número maior de romeiros, foi colocado um ônibus com câmeras de longo alcance e o resultado é que ainda não foi registrado incidentes. “As nossas estratégias permitiram uma sensação de segurança junto aos romeiros e nenhum incidente foi registrado”, ressaltou.