Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente Estadual do PSDC, Max Fleury, licenciou-se da presidência do partido para se dedicar a uma das coordenações da campanha da vice-governadora Cláudia Lelis (PV). Em seu lugar, assume a atual Superintendente de Administração e Finanças da Seduc e vice presidente da Sigla no Estado, Morgana Nunes Tavares.

O PSDC foi uma das primeiras siglas a declarar apoio a vice-governadora em sua corrida pelo Paço da Capital. A legenda tem 29 candidatos a vereadores e irá disputar as eleições proporcionais de outubro em uma chapa sangue puro. Hoje a Pevista conta com o apoio de 12 partidos que formam sua base de apoio e formam a Aliança Partidária Frente por Palmas.

De acordo com Fleury, ele pretende dedicar-se ao máximo a campanha de Cláudia Lelis. “Feitas às composições e montada a nossa chapa de vereadores, agora é o momento de nos dedicarmos exclusivamente a campanha da nossa prefeita que começa efetivamente nesta terça-feira, vamos trabalhar diuturnamente nesse projeto que hoje representa os anseios do povo de Palmas”, afirmou.

Max Fleury também destacou o trabalho feito pela coligação realizado até o momento. “Fizemos uma composição da forma mais democrática possível, aglutinamos forças importantes, agora começa o momento mais importante, em que devemos ir às ruas e buscar o apoio do povo, por isso me licencio do cargo de presidente para me dedicar exclusivamente a candidatura da prefeita da vice governadora Cláudia Lelis, que sem dúvidas, tem o melhor projeto para nossa cidade”, finalizou.

Por: Redação

Tags: Claudia Lélis, Eleições 2016, Max Fleury, PSDC, l