Esporte

Foto: Divulgação A horta circular vai beneficiar diretamente 24 famílias da Comunidade Serra Negra, em Almas A horta circular vai beneficiar diretamente 24 famílias da Comunidade Serra Negra, em Almas

A Comunidade Serra Negra, localizada no município de Almas, a 276 km de Palmas, recebeu a visita de técnicos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), que foram conhecer de perto a propriedade do agricultor Jurandir Alves Barbosa, com o objetivo de implantar na localidade uma horta coletiva no modelo circular.

A comunidade, composta por 24 famílias de agricultores familiares tradicionais, atualmente garante sua renda com a produção de doces e farinha, investindo ainda na criação de animais, no plantio de melancia e no artesanato de capim dourado, dentre outras atividades.

De acordo com o chefe do escritório local do Ruraltins, em Almas, João Albuquerque Filho, durante a visita foi feito um levantamento detalhado da propriedade para ver a viabilidade da implantação do projeto. “Esse modelo de horta circular adota o sistema de produção sustentável agroecológico, sendo também considerado uma atração turística pelo seu formato diferenciado, pois além da produção de hortaliças folhosas e frutas também propicia a criação de peixes e galinhas caipira.  A ideia é utilizar  toda a produção no restaurante que será construído na propriedade e o excedente comercializado ao Programa de Aquisição de Alimentos do Governo Federal”, frisou o técnico, destacando que em breve a comunidade receberá o projeto estrutural do empreendimento, que será elaborado pelo Ruraltins.

Segundo o presidente da associação de moradores da Comunidade Serra Negra, Juraci Lima de Aguiar, a horta é um desejo antigo e que agora pode se tornar realidade. “Com certeza a horta vai nos trazer muitos benefícios, sendo ainda mais uma fonte de renda para os agricultores familiares da comunidade, sem contar que propicia uma alimentação saudável, sem o uso de produtos químicos”, afirmou.

A visita técnica aconteceu nesta segunda-feira, 15 com a participação do gerente de agroecologia do Ruraltins, Valdivino Fraga de Melo e do engenheiro agrônomo Delmácio. Antunes.

Extensão Rural

Presente nos 139 municípios do Estado, por meio das unidades regionais e escritórios locais, o Ruraltins desenvolve diversos programas e ações em benefício dos agricultores familiares, público prioritário de atendimento do órgão.

Com atuação em importantes cadeias produtivas, os técnicos oferecem assistência e orientação quanto ao plantio e condução de lavouras para produção de grãos, cereais, frutas e hortaliças. Também estão presentes na criação de bovinos de corte, leite e pequenos animais; na apicultura; piscicultura; em projetos de irrigação e projetos de crédito rural das atividades agropecuárias financiadas pelos bancos, principalmente Banco da Amazônia e Banco do Brasil, dentre outras áreas.

Até o fim deste ano, a meta é atender mais de 15 mil agricultores familiares em todo Estado, promovendo ações sustentáveis que contribuam para o fortalecimento do setor.