Estado

Foto: Divulgação

As reuniões que antecedem a 4ª edição, deste ano, do Fórum de Governadores do Brasil Central discutem temas que têm exigido atenção redobrada dos governadores que compõem o grupo. Nessa quinta-feira, 18, a programação concentrou-se na discussão das temáticas a serem repassadas aos governadores nesta sexta-feira, 19. Dentre elas, a reunião do Conselho Administrativo e das Câmaras, compostas pelos secretários de Estado e técnicos da pastas da Administração, Segurança, Saúde, Educação e Turismo.

Metas mobilizadoras; o momento atual do Consórcio;  o Acordo de Cooperação a ser assinado com a Fundação Itaú, que visa implantação do programa de Tutoria Pedagógica, que de acordo com a Fundação Itaú Social privilegia o cotidiano da escola e o fazer dos profissionais para a realização da formação contínua, estiveram entre os destaques da reunião do Conselho Administrativo. Entre os participantes do encontro estavam o secretário de Estado do Planejamento e Orçamento, Davi Torres e do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, Alexandro de Castro Silva.

O turismo também foi abordado, em apresentação do Projeto de Integração e Promoção do Turismo do Brasil Central, do Governo do Tocantins, que propõe uma alternativa integrada para promover a atividade nos estados consorciados. O projeto voltará a ser apresentado nesta sexta-feira durante o encontro dos governadores, a expectativa é que esse já passe a integrar a chamada Carteira de Projetos do Fórum.

Câmaras 

Na reunião da Câmara de Segurança, foram discutidos os trabalhos que já estão sendo desenvolvidos e acertados os últimos detalhes do Acordo de Cooperação para o Pacto Interestadual de Segurança Pública Integrada e o Plano de Trabalho do Pacto, pelos secretários de Segurança Pública e Defesa Social, previsto para ser assinado nesta sexta-feira. A iniciativa visa combater organizações criminosas para o tráfico de drogas, armas, roubos de veículos, cargas e os assaltos a instituições financeiras, entre outros crimes.

No encontro da Câmara de Educação, foram feitas a apresentação da versão final do Acordo de Cooperação em Educação Integral e a avaliação e a definição de instrumentos para Acordo ou Convênio a ser firmado pelos secretários de educação e o Studo+Educação S.A. O programa Studo+Educação tem como objetivo a melhoria da oferta e da qualidade do ensino público do nível fundamental II (50 a 90 ano).