Polí­tica

Foto: Divulgação

O vereador Lúcio Campelo (PR) comentou na tribuna da Câmara de Palmas, na sessão pela manhã dessa terça-feira, 23, que o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB) prometeu e não cumpriu compromisso com a Igreja Católica Dom Orione, de Palmas/TO. Segundo Campelo, o gestor prometeu R$ 150 mil para resolução de problema da igreja e se negou a pagar. "A igreja fez o compromisso e ele se negou a pagar. O bispo dessa cidade foi ao prefeito e o prefeito disse que não iria cumprir com a igreja porque tinham colocado na imprensa que ele tinha feito compromisso e não tinha cumprido. Como se fosse novidade!", ironizou Lúcio.

Para o vereador Lúcio Campelo, se o prefeito não respeita Igreja Católica, não é merecedor do crédito da sociedade. "Isso me deixa preocupado porque o prefeito que teve coragem de derrubar uma igreja como ele derrubou aqui na 1303 Sul e agora me faz um compromisso desse e não cumpre, será que ele é merecedor do crédito dessa sociedade?! Se ele não respeita a igreja católica, será que ele respeita o povo dessa cidade?!", questionou. 

Comissão de Finanças

Presidente da Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle, Lúcio Campelo quer que o secretário de Infraestrutura e serviços públicos, Cristian Zini, para que encaminhe à comissão os contratos de obras para as Quadras 1003 e 1103 Sul para fiscalização. 

Campelo também solicita através da Comissão de Finanças, que o secretário municipal de Saúde, Nésio Fernandes encaminhe cópias de contratos que originou a reforma da unidade de Saúde do Novo Horizonte, da 307 Norte, do Auto Bonito, do Bela Vista e da Policlínica da 303 Norte. De acordo com Lúcio, foram gastos mais de R$ 2 milhões em reformas nas unidades de saúde. "E as unidades estão caindo e foram entregues no início desse ano e inaugurados pela atual gestão. Vamos convocar aqui os fiscais de obras", afirmou. 

Lúcio também solicita a presença do secretário de Finanças, Cláudio de Araújo Schüller para apresentar os impactos subsequentes de dois anos com relação a empréstimo de R$ 500 milhões. 

Por: Redação

Tags: Câmara de Palmas, Lúcio Campelo