Campo

Foto: Divulgação O objetivo desta edição é discutir a produção de aves caipira em escala O objetivo desta edição é discutir a produção de aves caipira em escala

A Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), em parceria a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Rural (Seder), realizam nessa quinta-feira, 25, o 2º Seminário Regional de Avicultura Caipira. Direcionado a agricultores familiares, o seminário contou, em sua primeira edição em agosto de 2015, com a participação de cerca de 250 pessoas.

O seminário faz parte da programação do projeto Agosto Verde e acontece no Centro de Convenções Arnold Rodrigues, em Palmas, a partir das 8h30, e no período da tarde, a partir das 14h, no Centro Agrotecnológico de Palmas. O objetivo desta edição é discutir a produção de aves caipira em escala, de forma organizada em associações e cooperativas, a fim de criar uma demanda forte para futuramente construir um frigorífico especifico para aves.

Essa é a segunda edição do seminário que tem como proposta apoiar a agricultura familiar na diversificação de suas atividades. “O palmense gosta da carne do frango caipira e paga um preço melhor para ter esse produto de qualidade. Essa é uma oportunidade para o agricultor familiar desenvolver mais uma atividade e ganhar um dinheiro a mais”, aconselhou a diretora de Pecuária da Seagro, Érika Jardim.

O evento conta com a parceria da Embrapa Tocantins, Universidade Federal do Tocantins (UFT- Campus Araguaína), Avifran e Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), e acontecerá em duas etapas, com palestras e mesa redonda, das 8 às 12h, e a partir das 14h, Dia técnico sobre Sistema de Produção Sustentável.

Programação

No período da manhã serão ministradas as palestras: Programa de Frango Caipira; Produzir frango para abastecer no frigorífico de Palmas; Nutrição de aves caipira e Sistema Produtivo de Frango Caipira.

À tarde, acontece o Dia técnico sobre Sistema de Produção Sustentável, no Centro Agrotecnológico de Palmas, onde serão realizadas seis estações: Avicultura Caipira; Sistema ABC - Integração Lavoura e Floresta; Fruticultura Irrigada; Sistema ABC - Integração Lavoura Pecuária e Floresta; Sistema Integração de bovino a pasto e Sisteminha Embrapa.