Araguaína

Foto: Emerson Silva

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), via Gerência de Proteção de Povos Indígenas, realizará o Encontro dos Povos Indígenas do Norte do Tocantins nesta terça-feira, 30 de agosto, a partir das 8 horas, na Chácara da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em Araguaína. O evento é uma das ações do Programa de Defesa dos Direitos Humanos e visa construir políticas públicas específicas para esta população. Nesse encontro estarão representantes dos povos Apinajé, Karajá-Xambioá, Krahó e Krahó Canela.

Etnias da região sul do Estado já se reuniram no encontro Diálogo e Perspectivas para os Povos Indígenas do Tocantins, que aconteceu no Museu Palacinho em Palmas, em 6 de julho. Em ambos os encontros as pautas principais serão a criação do Conselho Estadual de Políticas Públicas Indigenista, bem como a organização do Fórum Estadual dos Povos Indígenas, a articulação das mulheres indígenas do Tocantins e a rearticulação do Plano Estadual de Políticas Públicas para os Povos Indígenas do Tocantins.

Para a gerente Proteção de Povos Indígenas da Seciju, Eliete Xerente, esses encontros são espaços para as lideranças indígenas apresentarem suas demandas, uma vez que deles participam gestores de órgãos estaduais que trabalham políticas públicas de forma transversal, a exemplo das secretarias da Cidadania e Justiça (Seciju), da Educação (Seduc), do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, da Saúde (Sesau), do Trabalho e Assistência Social (Setas) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), entre outras.

Nesse encontro, serão escolhidos 50 índios, chamados de delegados, que somados a outros 50 que foram escolhidos no encontro de povos da região sul participarão da Conferência Estadual dos Povos Indígenas, prevista para acontecer ainda este ano, na Capital. “Essa conferência tem como objetivo principal a criação do Conselho Estadual dos Povos Indígenas do Tocantins e posteriormente a isso criar o Plano Estadual de Políticas Indigenistas do Estado do Tocantins”, lembra a diretora de Direitos Humanos, Maria Vanir Ilídio.

O encontro deverá contar com a participação de gestores estaduais vinculados às políticas públicas dos povos indígenas: Defensoria Pública Estadual; Defensoria Pública Federal; Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI); Fundação Nacional do Índio (Funai); Naturatins; Ruraltins; Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esporte; Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça; Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário; Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos; Secretaria Estadual de Planejamento; Secretaria Estadual de Saúde; e Secretaria de Trabalho e Assistência Social.