Polí­cia

Foto: Divulgação

O corpo de jornalista Mateus Junior, encontrado morto em Lajeado nessa quarta-feira, 7 de setembro, será velado na tarde de hoje, 8, em Palmas, na Assembleia Legislativa do Tocantins e posteriormente será encaminhado para Itaporanga, na Paraíba, para ser enterrando pela família.

Quatro pessoas estão presas suspeitas pela morte do jornalista. Outras cinco pessoas já foram ouvidas e liberadas. 

Mateus teria encontrado um grupo de pessoas em um bar de Palmas/TO e os convidado para irem à sua casa. Na residência, o grupo, percebendo a boa condição de vida de Mateus, decidiram realizar roubo, o amordaçando e colocando-o no quarto e posteriormente dentro do porta-malas de seu veículo. Mateus sofria de problemas respiratórios e ao abrirem o carro, os suspeitos teriam percebido que Mateus já estava morto. 

Após o ocorrido, os suspeitos levaram o corpo de Mateus para uma estrada vicinal, próximo a Lajeado, cobrindo-o com mato e folhas. O corpo não apresentava marcas de agressão. A Polícia Civil investiga o crime como um latrocínio, roubo seguido de morte.

Mateus estava desaparecido desde sábado, 3. O carro do jornalista, que também estava desaparecido, foi encontrado abandonado em Goiás, na manhã do dia 6.  

Por: Redação

Tags: Mateus Júnior, Polícia, Polícia Civil