Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidatos à Prefeitura de Palmas/TO, Claudia Lelis (PV), Raul Filho (PR), Carlos Amastha (PSB) e José Roberto Forzani (PT) participaram nesta última quinta-feira, 22, do Encontro de Propostas Políticas para a Indústria – Prefeituráveis que encerrou sua 2º edição na capital Palmas, após realização em Gurupi e Araguaína. O encontro entre empresários e os candidatos foi promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) para evidenciar as propostas dos planos de Governo voltadas para este segmento.

O presidente da Fieto, Roberto Magno Martins Pires, abriu o encontro falando sobre a contribuição da Federação com o processo eleitoral, reforçada por pesquisas contratadas pela instituição, e sobre a necessidade de uma “profunda mudança de postura ética e moral na forma de pensar, agir e fazer política”.

Empresários, autoridades locais, presidentes e representantes de sindicatos patronais e comunidade assistiram às exposições de 10 minutos de cada candidato reservadas à abordagem do tema central do encontro registrado em regulamento: Economia, Competitividade e Desenvolvimento Industrial. A ordem das apresentações e posições no palco foram definidas em sorteio.

A primeira a falar foi a vice-governadora e candidata Cláudia Lelis que destacou a necessidade de reorganizar as leis municipais para que tragam segurança jurídica e de um marco regulatório bem definido que atraia indústrias, além da importância de investir em infraestrutura permanente na capital para fortalecer o turismo.

Raul Filho, ex-prefeito da capital, expôs na sequência a intenção de reestruturação da política fiscal para evitar o fechamento de empresas e o direcionamento de investimentos em infraestrutura no setor industrial de Taquaralto em virtude das limitações das áreas que hoje concentram este segmento na cidade.

O atual prefeito e candidato Carlos Amastha citou o projeto de implantação do BRT (Bus Rapid Transit) como um indutor de crescimento e desenvolvimento para o município e sobre a aposta de baixar contas de energia por meio da facilitação de investimentos em energias renováveis o que aconteceria com uma legislação incentivadora, como prevê o projeto Palmas Solar.

O deputado estadual Zé Roberto encerrou as apresentações defendendo uma política de tributação diferenciada na qual empresas que estejam começando, de menor porte, teriam uma contribuição menor que aumentaria ano a ano. O candidato falou ainda sobre a preferência de sua gestão por licitações, em detrimento da adesão a atas que contemplam prestação de serviços e produtos por empresas de outros estados, como forma de fortalecer o empresário local.

Os quatro candidatos e o público presente no auditório do Senai em Palmas receberam a Carta da Indústria, documento com o Mapa Estratégico da Indústria do Estado do Tocantins. A publicação aponta tópicos que resumem as ações necessárias ao crescimento do setor e as principais dificuldades encontradas pela indústria.