Estado

Foto: Divulgação

O corregedor geral da Justiça, desembargador Eurípedes Lamounier, presidiu, nesta segunda-feira, 17, a abertura da segunda temporada da Correição Geral Ordinária do biênio 2015/2017, na Comarca de Araguaína. Os trabalhos prosseguirão até o dia 27/10.

Araguaína é décima quinta comarca a receber, este ano, os trabalhos de inspeção para melhoria na prestação jurisdicional. Ao abrir a sessão, a diretora do Foro de Araguaína, juíza Lilian Bessa Olinto, disse que a correição tem a missão de verificar qual a realidade da comarca, fiscalizar, “mas também ouvir os servidores sobre as questões de cada serventia. Durante todo o período em que estiver na comarca a equipe correicional receberá críticas e sugestões para melhorar a prestação jurisdicional”.

Já o corregedor geral da Justiça, desembargador Eurípedes Lamounier, ressaltou que a função precípua da Corregedoria é a orientação tanto aos magistrados quanto aos serventuários da justiça e oficiais registradores.

O desembargador disse acreditar que a visita a Araguaína trará grandes benefícios, “tanto com relação ao auxílio aos serviços prestados pelas serventias judiciais, quanto para ter acesso aos bons exemplos realizados pelos juízes da comarca, para que sejam levados ao Tribunal de Justiça, concorrendo para uma troca de experiências que beneficiam a prestação jurisdicional”.

Estiveram presentes à abertura da correição na Comarca de Araguaína o corregedor geral da Justiça, desembargador Eurípedes Lamounier; os juízes auxiliares da Corregedoria, Adonias Barbosa da Silva e Adriano Gomes de Melo Oliveira; a diretora do Foro de Araguaína, juíza Lilian Bessa Olinto, o representante do prefeito de Araguaína, Dearley Khun; o delegado regional da Polícia Civil, Emerson Francisco de Moura;  a diretora da Defensoria Pública de Araguaína, Karine Cristina Bianchin Balalan; o presidente da Subseção da OAB de Araguaína, José Pinto Quezado; a tenente-coronel Lyvya Gomes do Prado, representando o 2º BPM; a juíza Julianne Freire Marques, presidente da Asmeto; e os juízes da comarca Sérgio Aparecido Paio, Renata Teresa da Silva Macor, Herisberto e Silva Furtado Caldas, Deusamar Alves Bezerra, Kilber Correia Lopes,   Umbelina Lopes Pereira Rodrigues; a equipe de correição da Corregedoria, serventuários da justiça da Comarca de Araguaína e membros da comunidade.