Estado

Foto: Divulgação

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins, por intermédio do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos (NDDH), realizará audiência pública para discutir a efetivação de ações afirmativas que visem à promoção da igualdade racial no Estado do Tocantins no dia 10 de novembro, no auditório da sede da Instituição (Av. Theotônio Segurado) em Palmas, às 14 horas. O evento será aberto ao público e é coordenado pelas defensoras públicas Isabella Faustino Alves (coordenadora do NDDH) e Denize Souza Leite.

De acordo com a coordenadora do NDDH, a defensora pública Isabella Faustino Alves, o objetivo é colher as demandas da população e dos movimentos sociais relativas à promoção da igualdade racial no Tocantins, bem como promover o debate e a reflexão acerca da efetivação de ações que visem à promoção da igualdade racial, conferindo-se, ainda, maior visibilidade ao mês da Consciência Negra. “A audiência pública é uma oportunidade para discutir a efetivação de ações afirmativas que visem à promoção da igualdade racial no Estado do Tocantins, e tem por objetivo colher as demandas da população e dos movimentos sociais relativas à promoção da igualdade racial no Tocantins”, comenta a Defensora Pública.

Participação

Além da Defensoria Pública foram convidados a participar da audiência pública representantes do Ministério Público Federal e Estadual, Tribunal de Justiça do Tocantins, Assembleia Legislativa, Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial, Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Tocantins, secretários do executivo estadual, lideranças da sociedade civil organizada e movimentos Sociais.