Cultura

Foto: Divulgação

A música brasileira é uma das expressões mais importantes da cultura do País. Admirada em todo o mundo, ela é rica, envolvente e tem grande potencial para ser trabalhada nos arranjos e vocais. É por isso, que ela ganhou uma homenagem especial do projeto “Canto para Todos”, que apresenta o Concerto “Brasileiríssimo” nos dias 3, 4 e 5 de novembro, às 20 horas, no Teatro Fernanda Montenegro, em Palmas/TO. O projeto é dirigido pelo Maestro Franzer Almeida e conta com a participação do Coro Staccato, Orquestra de Câmara, e da Mezzo soprano Eliana Almeida.

Segundo Franzer, o objetivo principal é apresentar, através de um repertório bastante diversificado, uma música de qualidade e com alto nível técnico. A Orquestra de Câmara é composta por flautas transversal, clarinetes, percussão, trompetes, trombones, violão, piano e teclado. O Coro Staccato iniciou suas atividades em fevereiro de 2013 e conta atualmente com 36 componentes.

O repertório inclui canções como “Morena Bonita” (Ronaldo Miranda), “Dendê Trapiá” (Ronaldo Miranda), “Bumba, Chora” (Ronaldo Miranda), “Eu Vou, Eu Vou” (Ronaldo Miranda), “Muié Rendera” (Marlos Nobre), “Cantigas de Lampião” (Marlos Nobre), “Lua, Lua, Lua” (Marcos Leite), “Penas do Tiê” (D. Torres), “Azulão” (Jayme Ovalle), “Desafinado” (Tom Jobim), Eu só quero um xodó” (Dominguinhos), “A Voz do Morro” (Zé Keti), “A Correnteza do Rio” (Tom Jobim), “Caçador de Mim” (Sérgio Magrão e Luis Carlos Sá), “Carinhoso” (Pixinguinha), “Maria, Maria” (Milton Nascimento), “Garota de Ipanema” (Tom Jobim e Luiz Bonfá) e “Aquarela do Brasil” (Ary Barroso).

Projeto

Idealizador do projeto, o Maestro Franzer Almeida define o “Canto para Todos” como a realização de um sonho. “Sonhava em ter no Tocantins um trabalho coral que proporcionasse aos amantes da  boa música um trabalho dealto nível técnico, que compreendesse o ensino da teoria musical, técnica vocal, ensaio de repertório eclético e interpretação diferenciada”, define. O projeto tem mantenedor a Escola de Música Staccato e esta edição do concerto é Apoiada pelo Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Jorima, Jaime Câmara, Mitisubishi, Saneatins, Palmas Shopping, Sebrae, Sesi, Governo do Estado e Unicon.

Maestro

O Maestro Franzer Almeida é bacharel em regência e pianista. Foi fundador e maestro da Orquestra de Câmara Evangélica de Recife, onde esteve à frente por seis anos. Foi professor de Regência do Curso de Música Sacra do STBNB e trabalhou com gestão de música em diversas igrejas no Brasil, formando e estruturando todo o trabalho musical. Regeu diversos coros com currículo musical um vasto repertório para Coro, Solista e Orquestra, dentre eles, destacam-se obras como as cantatas “A perfeição do Amor” de Ralph Manuel; Glória” de Antonio Vivaldi, “ o oratório “Messias” de Haendel; e a obra contemporânea “Gloria” de John Rutter, etc. Atualmente é o regente do Coro Staccato e fundador do projeto “Canto Para Todos”.