Palmas

Foto: Divulgação Servidores de Palmas e Araguaína decidiram manter a greve Servidores de Palmas e Araguaína decidiram manter a greve
  • Ato público na Avenida JK, em Palmas

Os servidores públicos estaduais do Quadro Geral reuniram-se na manhã desta quinta-feira, 3 de novembro, para avaliar a atual conjuntura do movimento grevista, conforme deliberação do Movimento de União dos Servidores Públicos Civis e Militares do Estado do Tocantins (Musme-TO). O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (Sisepe/TO) convocou Assembleias Gerais nas seguintes cidades: Palmas, Gurupi, Araguaína, Tocantinópolis, Augustinópolis, Araguatins, Dianópolis, Guaraí, Pedro Afonso e Taguatinga.

Após avaliarem o momento atual da greve e a proposta feita pelo Governo do Estado, a maioria dos servidores presentes nas Assembleias Gerais de Palmas e Araguaína decidiu pela continuidade da greve. Todas as outras cidades votaram pelo encerramento do movimento paredista e nessas cidades, os servidores retornarão ao trabalho a partir da próxima segunda-feira, 07. 

Em Palmas, também foi deliberado que na próxima terça-feira, dia 08 de novembro, a concentração será em frente à Secretaria da Administração (SECAD), na Praça dos Girassóis. 

Caminhada

Na Capital, os Sindicatos integrantes do Musme também realizaram um Ato Público pela Avenida JK, no qual os grevistas protestaram mais uma vez. Eles reivindicam o pagamento dos retroativos da data-base 2015, o índice de 9,8307% referente à data-base 2016, além dos retroativos de 2016 gerados de maio até o mês de pagamento. 

O Ato iniciou às 8 horas, saindo em frente ao Colégio São Francisco de Assis e terminou em frente ao Palácio Araguaia. 

Servidores públicos de diversas categorias no Estado estão em greve desde o dia 9 de agosto

Por: Redação

Tags: Greve, Musme, Sisepe