Meio Ambiente

Foto: Divulgação Estações de Monitoramento são instalados com réguas liminimétricas Estações de Monitoramento são instalados com réguas liminimétricas

Com o objetivo de monitorar a variação do volume de água dos reservatórios dos rios Formoso e Urubu, técnicos da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) iniciaram, nesta semana, a instalação das Estações de Monitoramento com réguas liminimétricas. A ação é realizada pela Diretoria de Planejamento e de Gestão dos Recursos Hídricos e está dentro das atribuições do monitoramento hidrometeorológico. 

Após a implantação das referidas réguas liminimétricas, será possível efetuar a medição dos volumes correspondentes a cada um dos níveis dos reservatórios dos rios, de forma a permitir a futura elaboração de um planejamento eficiente do sistema de gestão hídrica, a partir das chuvas que venham a ocorrer na bacia hidrográfica. 

Serão instaladas seis réguas liminimétricas, segundo o diretor de Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos da Semarh, Aldo Azevedo, atendendo padrão internacional da Organização Meteorológica Mundial. “Essa nova ferramenta é diferente das Plataformas de Coleta de Dados (PCD’s) que implantamos ao longo do ano, que medem a vazão. Agora vamos monitorar o volume destes reservatórios”, explicou. 

O avanço, segundo Aldo Azevedo, é a coleta precisa de informações que vão auxiliar nas ações executadas visando assegurar a vazão ecológica para manter a vida da ictiofauna destes reservatórios. Também será possível realizar a estratégia para garantir as atividades de irrigação da região. 

Conforme o cronograma estabelecido, a previsão é que nos próximos dez dias todas as réguas liminimétricas sejam instaladas, sendo que quatro já foram implantadas. 

Régua Liminimétrica 

É um instrumento construído em madeira, ferro esmaltado, alumínio ou plástico. As escalas liminimétricas, fixadas nas margens dos rios, devem cobrir toda a gama de variações de níveis d’água.