Meio Ambiente

Foto: Nei Carneiro presidente do Naturatins, Herbert Brito Barros presidente do Naturatins, Herbert Brito Barros

O presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) Herbert Brito Barros (Buti), viaja para a capital do Amazonas, nesta segunda-feira, 05, com a missão de acompanhar a apresentação do Sistema de Registro Nacional de Emissões, que será realizada no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia- INPA. A nova ferramenta oficial que possibilitará o entendimento do perfil e tendências de emissões do Brasil, ponto de partida para a tomada de decisões sobre ações de redução de emissões de gases de efeito estufa - GEE.

Nesse encontro também serão abordadas opções de redução de emissões disponíveis, sob uma perspectiva setorial, com enfoque nos potenciais e custos de implementação, além dos instrumentos de política pública hábeis a viabilizar a transição para uma economia de baixo carbono.

Para Hebert Brito é fundamental a participação do Tocantins, no contexto da discussão desse tema. “O Tocantins tem enfrentado ao longo dos anos, uma série de obstáculos, mas tem se sobressaído com medidas adotadas no aspecto de que, nós devemos, mais do que nunca, estarmos irmanados e acompanhando de perto as tendências e as possíveis ferramentas, para o acompanhamento mais minucioso na questão da emissão de gases que provocam o efeito estufa”, destacou Brito.

Em relação aos resultados ambientais positivos, o presidente complementou. “Nós temos dado bons exemplos, nas nossas Unidades de Conservação, na questão do acompanhamento dos focos de queimadas. Por exemplo, temos unidades que desde 2012 tem apresentado bons resultados, com baixos índices de queimadas, mas acima de tudo através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que vem provocando esse debate em relação a mitigação da emissão, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Tocantins que está inserido diretamente nessa discussão. Nós queremos estar acompanhando e contribuindo com o debate e mostrando as boas experiências do Tocantins, com relação a preservação do meio ambiente e acima de tudo, zelando pelo bem estar da população, não só do Estado, do país e de todo o planeta”, reiterou.

Sobre o Projeto

O Projeto “Opções de Mitigação de Emissões de Gases de Efeito Estufa em Setores-Chaves do Brasil” é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, que conta com recursos do Global Enviroment Facility - GEF e parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – PNUMA .

Esse plano tem a finalidade de auxiliar a tomada de decisão sobre ações que potencialmente reduzam emissões de GEE nos setores-chaves da econômica brasileira, entre eles, a indústria, energia, transportes, edificações, agricultura, florestas e outros usos da terra, gestão de resíduos e alternativas intersetoriais.

Evento

O evento acontece nesta terça-feira, 06, a partir das 9h e possui uma programação diversificada ao longo do dia. Além de representantes do Ministério e de estados estarão presentes pesquisadores de diferentes pontos do país apresentando palestras sobre opções de redução que vem sendo estudadas em diversos setores.