Educação

Foto: Adilvan Nogueira Beatriz é aluna da Escola Estadual João Dias Sobrinho, de Divinópolis do Tocantins Beatriz é aluna da Escola Estadual João Dias Sobrinho, de Divinópolis do Tocantins

A representante do Tocantins no programa Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM), a estudante Beatriz Barbosa Santana, foi recebida nesta última terça-feira, 6, pela secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Sechim. A jovem é aluna da Escola Estadual João Dias Sobrinho, da cidade de Divinópolis do Tocantins. 

Beatriz e outros 26 estudantes serão parlamentares juvenis brasileiros durante dois anos e participarão das discussões relacionadas ao tema “O Ensino Médio que Queremos”, além de elaborar documento com propostas que abordem as necessidades e os anseios comuns da juventude dos países do Mercosul (Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai) e associados (Bolívia e Colômbia). 

Para ser selecionada, ela elaborou um projeto autoral de protagonismo juvenil abordando o tema “Responsabilidade e Respeito: Educação Formando Cidadãos”. Após diversas seletivas ele ainda participou de votação pela internet. Dos 2.346 votos válidos da eleição, a estudante recebeu 1.018, ficando entre os seis candidatos com maior votação em todo o País. 

“Essa foi uma vitória coletiva. Toda a escola se envolveu na defesa do projeto e mobilização da cidade e municípios vizinhos, para que chegássemos na final. Mesmo com o empenho e conhecendo a relevância do projeto que apresentamos, foi uma surpresa ter sido a vencedora. Espero poder contribuir para melhorar a educação do Tocantins e do Brasil”, relatou.

A titular da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) destacou a contribuição dos estudantes para que avanços na Educação aconteçam. “A educação existe por causa dos alunos e é de extrema importância que ele opinem sobre a escola que querem. Desejamos boa sorte à representante do Tocantins, uma aluna da rede estadual, e que ela possa desenvolver ao longo desses dos anos as ações propostas pelo projeto e que impactem positivamente na vida dos estudantes tocantinenses”, ressaltou a gestora.

Na próxima segunda-feira, 12, Beatriz e os demais parlamentares jovens embarcam para a capital federal onde participarão de um curso preparatório do PJM. 

Parlamento Juvenil do Mercosul 

O projeto de protagonismo juvenil para estudantes do ensino médio surgiu no setor educacional do Mercosul em 2010. Coordenado pela Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC), o PJM busca promover o protagonismo juvenil, de forma a contribuir para a integração regional dos jovens parlamentares. Os eleitos para um mandato de dois anos discutem, aprovam e recomendam a adoção de políticas educativas que promovam a cidadania e uma cultura de paz e respeito à democracia, aos direitos humanos e ao meio ambiente.