Estado

Foto: Divulgação Encontro Nacional de Escolas de Gestão Penitenciária acontece em Belém-PA Encontro Nacional de Escolas de Gestão Penitenciária acontece em Belém-PA

A partir desta quarta-feira, 14, até a próxima sexta-feira, 16, o Tocantins participa por meio da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) do 4º Encontro Nacional de Escolas de Gestão Penitenciária, em Belém, no Estado do Pará. Realizado pelo Ministério da Justiça e Cidadania através do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), o encontro terá discussões sobre a rede de escolas e formação dos trabalhadores dos serviços penais. 

Logo na abertura do evento, que contará com a presença do diretor do Depen, Marco Antônio Severo, os participantes terão acesso à conferência “Os desafios da formação dos trabalhadores dos serviços penais: um olhar sobre as experiências internacionais” com a diretora da Escola Nacional de Administração Penitenciária da França, Sophie Bleuet, e o chefe do Departamento de Relações Internacionais da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), José Marivela.  

O superintendente do Sistema Penitenciário Prisional da Seciju, Darlan Rodrigues Corrêa, está participando do encontro  e o considera importante para que o Estado busque conhecimento nas demais regiões do País. “O objetivo é traçar o plano de padronização de nível das escolas penitenciárias para que nós possamos qualificar melhor nossos servidores e colocar em prática o conhecimento adquirido”, ressaltou o superintendente. 

Já o gerente da Escola Penitenciária do órgão, Ricardo Nogueira, que também participa do evento, o encontro vai servir para unificar todas as grades das escolas penitenciárias e também definir o futuro das escolas no Brasil. “Desde as grades que são as matérias definidas para os cursos de formação e cursos de formação continuada e também os equipamentos a serem doados pelo Depen. O encontro nos dará acesso às novidades, às novas tecnologias, às novas possibilidades desde cursos EAD [Educação a Distância] em parceria com algumas universidades federais que são fornecidas pelo departamento nacional”, disse Ricardo. 

O evento contará também mesas redondas como a “Diagnóstico das Escolas Estaduais de Serviços Penais e Apresentação da Matriz Curricular da Escola de Formação e Aperfeiçoamento Penitenciário (Espen); limitações e potencialidades comuns”, com Felipe Freitas Consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), e Grupos de trabalhos (GT’s) como o que terá o tema de ‘Redes e Parcerias’ que vai debater e levantar propostas para elaboração de critérios técnicos para construção de redes e parcerias para desenvolvimento das ações educacionais ofertadas pelas escolas de serviços penais. 

Acordo de Cooperação

Durante o evento, haverá a assinatura de um acordo de cooperação com a França para desenvolver estudos, pesquisas e intercâmbio científico na área de política penitenciária. O ato que formaliza a parceria entre o Ministério da Justiça e Cidadania e a “École Nationale d’Administration Pénitentiaire – Énap” acontece durante a abertura do encontro, às 16h30. A França será representada pela diretora da Énap, Sophie Bleuet.