Economia

Foto: Divulgação

Diversos representantes de entidades ligadas ao comércio do todo o Estado estiveram em reunião com o secretário estadual de fazenda, Paulo Antenor na tarde desta quarta-feira, 25, oportunidade em que o secretário sinalizou manter este ano o desconto de 75% na alíquota do ICMS para empresas do Simples de produtos oriundos de fora do Estado.

O pedido de desconto havia sido feito pela Fecomércio e pela Faciet ainda em dezembro do ano passado, quando os presidentes das instituições em busca da manutenção deste diferencial, realizaram visitas ao governador Marcelo Miranda e aos secretários de Fazenda e de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura.

Segundo o presidente da Fecomércio, Itelvino Pisoni, a conquista demonstra a preocupação do governo estadual com a classe. “Nós fomos recebidos gentilmente ambas às vezes pelo secretário Paulo Antenor, que se dispôs para intermediar esta negociação com o Governador. Estamos felizes com esta notícia, pois as empresas do Simples são a grande maioria das empresas ativas no Estado. Deste modo, caso houvesse a mudança conforme conta na lei, o desconto passaria para apenas 50%. O comércio e o setor de serviços sofreriam grandes impactos, já que boa parte dos produtos revendidos pelas empresas vêm de fora do estado”, explicou.

Participaram ainda desta reunião ocorrida no gabinete do secretário da Fazenda, representantes da Associação Comercial de Araguaína (ACIARA), Associação Comercial de Gurupi (ACIG), Faciet, CDL Palmas, Ajee e Sindifarma.