Estado

Foto: Divulgação

Em tarde prestigiada por autoridades municipais, estaduais, nacionais e internacionais, nesta sexta-feira, 10, o conselheiro Manoel Pires dos Santos foi reconduzido ao cargo de presidente do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE/TO), biênio 2017/2018, assim como o vice-presidente, conselheiro Severiano Costandrade e o corregedor, conselheiro André Luiz de Matos Gonçalves.

Em discurso, Manoel Pires apontou como prioridade para a nova gestão o controle do estoque de processos e a intensificação nas fiscalizações concomitantes, em especial, em licitações e contratos. Na oportunidade, anunciou o interesse em realizar concurso público para atender, principalmente, as demandas da área fim do Tribunal.

Também relembrou com satisfação da sua gestão anterior, bem como agradeceu aos pares pela confiança depositada. “Continuemos a presidir esta Corte de Contas, sempre em busca do aprimoramento da função de zelar pelo bem público”, externou.

Na gestão anterior, o presidente teve como propósito modernizar e valorizar ainda mais a instituição. Com mais um biênio pela frente, convidou a todos para encarar a nova etapa como um desafio. “Não podemos nos acomodar em nossos gabinetes, precisamos nos incomodar e agir impetuosamente, pois é o que a sociedade espera. Precisamos estimular o nosso lado criativo e inovador”, disse.

Reconhecimento

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamim Zymler, homenageado com o Colar do Mérito Governador Siqueira Campos, comentou sobre a Corte de Contas tocantinense e a recondução do presidente. “O TCE Tocantins está numa trajetória ascendente e é absolutamente perceptível por todos e está muito bem entregue ao conselheiro Manoel Pires”, frisou o ministro.

”Estamos numa expectativa de que todo esse trabalho consolidado nos primeiros dois anos, possa nesse biênio, se fortalecer ainda mais”, avaliou o presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB), conselheiro Sebastião Helvecio Ramos de Castro.

“Hoje no sistema Tribunal de Contas, todos conhecem o trabalho realizado pelo conselheiro Manoel”, ressaltou o presidente do Tribunal de Contas da Bahia (TCE/BA), conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo.

Ainda marcaram presença na posse da mesa diretora do TCE/TO, autoridades internacionais, como o presidente do Tribunal de Cuentas da Província de Buenos Aires, Eduardo Benjamin Grinberg e o juiz conselheiro do Tribunal de Contas de Portugal, Carlos Alberto Lourenço Morais Antunes.

Durante a Sessão Especial de Posse também ocorreu a comemoração dos 28 anos do TCE/TO, com entrega das homenagens: Medalha do Mérito Funcional e Colar do Mérito Governador Siqueira Campos.

Mesa de honra

Além do presidente do TCE/TO, do ministro do TCU e do presidente do IRB, compuseram a mesa de honra: governador do Estado do Tocantins, Marcelo Miranda; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Carlesse; o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Eurípedes Lamounier; a desembargadora do Tribunal Regional Eleitoral, Ângela Prudente; o ex-governador e atual prefeito de Paraíso do Tocantins, Moisés Avelino; o ex-governador do Estado do Tocantins e atual deputado federal, Carlos Henrique Amorim;  o ex-governador do Estado do Tocantins, Raimundo Nonato Pires dos Santos; O procurador-geral de Justiça, Clenan Renaut De Melo Pereira; o prefeito de Palmas, Carlos Amastha; o defensor Público Geral, Murilo Costa Machado; o conselheiro vice-presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, ATRICON e vice-presidente do TCE de Mato Grosso, Valter Albano Da Silva; o vice presidente do TCE/TO, conselheiro Severiano José Costandrade de Aguiar; o corregedor, conselheiro André Luiz De Matos Gonçalves; o conselheiro José Wagner Praxedes; o conselheiro Napoleão de Souza Luz Sobrinho; a conselheira Doris de Miranda Coutinho; o conselheiro Alberto Sevilha e o procurador-geral de contas, Zailon Miranda Labre Rodrigues.