Estado

Foto: Divulgação

Entidades se mobilizam para acompanhar as reformas propostas pelo Governo Federal, discutir seus fundamentos e até propor emendas às matérias que entram em curso no Congresso Nacional. É o caso da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) - entidade representante da classe do fisco de todo o Brasil, nas esferas estadual e distrital, assídua no movimento de militância pelos diretos do trabalhador- e a Auditoria Cidadã da Dívida, que trabalha no sentido de investigar o endividamento público brasileiro, visando promover uma auditoria realizado por cidadãos e para os cidadãos.  Ambas enviam à Palmas na próxima sexta-feira,10, palestrantes que sustentam abordagem holística sobre a Reforma da Previdência, para participação no seminário realizado pela Federação dos Sindicatos de Servidores Públicos do Tocantins (Fesserto), que conta com o apoio de seus filiados, entre eles o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual (Sindifiscal).

A programação, que ocorrerá no auditório do Senai - CETEC de Palmas, às 14 horas, vai esclarecer sobre o que muda na vida dos brasileiros com a aprovação da PEC 287/16 e as questões que envolvem o Déficit alegado pelo Governo Federal na previdência social.

Entre os convidados, estão confirmados o presidente da Fenafisco Charles Alcântara, o diretor de aposentados e pensionistas da instituição, Celso Malhani, e o membro da coordenação da Auditoria Cidadã da Dívida Pública, Josué Martins.

O Sindifiscal conclama a participação de toda a população. “É hora de nos informar e estar prontos para o debate dessa questão que diz respeito a todos nós, trabalhadores brasileiros, independente da categoria ou esfera de trabalho que ocupamos”, reflete o presidente Carlos Campos.

Palestrantes

Celso Malhani

O diretor de aposentados e pensionistas, Celso Malhani, que trata das mudanças propostas pela reforma da previdência e como elas afetarão a vida dos brasileiros, também é presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do Estado do Rio Grande do Sul - Sindifisco-RS.

Graduado em Ciências Contábeis na UFRGS e em Ciências Jurídicas e Sociais na PUCRS, pós-graduado em Gestão Fazendária na PUCRS, atuou junto à Divisão de Auditoria e ocupou a Chefia da Divisão de Gestão de Sistemas, na Sefaz RS, atua no Movimento sindical desde 2001, já exerceu a presidência da União Gaúcha em Defesa da Previdência Pública e a vice-presidência por dois mandatos.

Josué Martins

O membro da coordenação da Auditoria Cidadã da Dívida Pública, Josué Martins,  que trará abordagem sobre os cofres da previdência, o déficit sustentado pelo governo e o mecanismo de Desvinculação de Receitas da União, que influencia no sistema de investimentos destinados à seguridade social,  também é presidente do Sindicato de Auditores Públicos Externos do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul e  possui mestrado em Economia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003).

Atualmente é estatutário do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, tem experiência na área de economia, atuando principalmente nos seguintes temas: equilíbrio orçamentário-financeiro, responsabilidade fiscal, luta, hegemonia e economia-mundo capitalista.