Saúde

Foto: Divulgação

O secretário de Administração do Estado, Geferson Barros, recebeu a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Tocantins (Sintras) na manhã desta segunda-feira 27. Segundo o Sintras, o secretário informou que em meados de abril fará anúncio oficial sobre a prorrogação da jornada de seis horas e as progressões pendentes aos servidores da saúde. 

Na reunião, outras demandas da categoria foram debatidas. Geferson Barros adiantou que o Estado já está analisando a possibilidade de prorrogação da jornada das seis horas nos órgãos públicos do Estado.

Quanto as progressões pendentes, o secretário informou que já está fazendo um levantamento das progressões até o ano 2014, inclusive os casos que estão na Procuradoria Geral do Estado (PGE), para sanar todas as pendências desta demanda.

O presidente do Sintras, Manoel Pereira de Miranda, solicitou ao secretário que assim que terminar o levantamento, e que seja o mais breve possível, contate o sindicato para discutir o calendário de como será feito o pagamento destas progressões para fins de melhor atender os servidores filiados a entidade. 

Miranda também lembrou ao secretário da solicitação do Sintras de uma reunião das equipes das secretarias da administração e saúde com a diretoria do sindicato para agilizar nas demandas destas progressões no que refere a análise dos casos individualmente. “Nos colocamos a disposição para ajudar no esclarecimento de dúvidas das informações dos nossos filiados e representados e assim acelerar o processo para resolver de vez essa questão”, destacou o presidente.

E sobre o número de plantões exigido nas escalas aos servidores da saúde, Manoel Miranda cobrou uma revisão das escalas para que seja definido somente os 13 plantões/mês. O secretário informou ao presidente que o assunto deverá ser tratado com a Sesau. 

O presidente do Sintras reforça que tentará mais uma vez discutir o assunto com a Secretaria da Saúde e se não haver solução, levará o caso para o Ministério Público em busca de soluções.

Outra pauta também levantada pela direção do Sintras é sobre a reformulação da Lei nº 1818, onde a entidade apresentará proposta ao governo que venha favorecer os servidores da saúde no que tange a manutenção e melhorias dos seus direitos.

Acompanharam o presidente do Sintras, os diretores da entidade Raimundo de Souza Morais, Domingos Rodrigues da Silva e Altamir Ferreira.