Educação

Foto: Marcio Vieira

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim, recebeu na manhã desta terça-feira, 4, Maria Rebeca Otero Gomes, coordenadora do setor de Educação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), e Lorena Carvalho, do setor de projetos da Unesco. A equipe visitante reuniu-se com os diretores de diversas áreas da Seduc e, na ocasião, a secretária Wanessa Sechim apresentou a Proposta Pedagógica da Educação para 2017 e indicadores educacionais do Estado.

As consultoras Rebeca e Lorena apresentaram como funciona a Unesco no Brasil, como agência de representação, que atua nas áreas de Educação, Cultura, Ciências Sociais, Ciências Naturais e Comunicação e Informação. A Unesco atua nos estados como parceira, por meio de termos de cooperação técnica, compartilhando material e experiências de sucesso realizadas em outros países.

Pela conversa com a equipe da Unesco, haverá possibilidades de o Tocantins ter a colaboração de consultores da Unesco em áreas como formação de professores, de gestores, de técnicos da Seduc, na orientação sobre novas metodologias de ensino ou na elaboração de conteúdos e materiais específicos para atender a educação indígena, quilombola e de Jovens e Adultos.

A secretária Wanessa Sechim explicou que foi definido um grupo de trabalho que irá se reunir para verificar as prioridades da Educação conforme a previsão orçamentária do Plano Plurianual (PPA). “Para nós é uma honra receber representantes da Unesco. É uma agência que já é parceira do Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed) e convidamos com o objetivo de verificar as possibilidades de contarmos com a consultoria da Unesco para que possamos alcançar a nossa meta, que é de ofertar ensino de qualidade para todos os tocantinenses”, explicou.

Rebeca Otero falou das suas impressões sobre a proposta pedagógica do Estado. “Estou impressionada pelo que a equipe do Tocantins realizou num período tão curto. Gostaria de deixar isso registrado, significa que a equipe tem uma capacidade gerencial muito boa”.

Ela explicou os caminhos necessários para a formação de uma parceria com a observância dos princípios norteadores da Unesco e as áreas de mandatos. “Nós desejamos que o aluno aprenda na escola, e quando sair da escola, tenha a capacidade de continuar aprendendo”, frisou Rebeca. 

A equipe da Unesco retornará ao Tocantins, nos dias 27 e 28 de abril, para trabalhar na formalização do projeto de acordo de cooperação técnica com o grupo de trabalho da Seduc.