Estado

Foto: Divulgação

O Observatório Social de Palmas (OSPalmas), realiza nesta sexta-feira, 28, a partir das 19h no auditório do Sebrae, o evento posse da nova diretoria e a palestra “Ações e Resultados - 2 anos do Observatório Social de Palmas”, com apresentação da atual presidente, Ana Isabel Friedlander.

O evento será aberto para toda a sociedade e tem como intuito levar ao cidadão palmense informações de como é o trabalho do observatório, aproximando a organização e a população do tema Controle Social.

Em Palmas/TO, o Observatório Social conta com apoio Institucional e técnico da sociedade e de várias entidades como Sebrae/TO, Federação da Indústria do Estado do Tocantins (Fieto), Fecomércio/TO, Planej Contabilidade, Sistema OCB/TO, Controladoria Geral da União (CGU), Controladoria Geral do Estado (CGE), Ministério Público Federal (MPF) e estadual (MPE), Conselho Regional de Contabilidade, OAB/TO, AGU/TO e outras.

Educação Fiscal

O observatório contribui no apoio à Educação Fiscal do cidadão estimulando o controle social, assim como analisando os editais de licitações da Prefeitura, buscando fomentar a participação do comércio local nos processos.

Observatórios no Estado

O Observatório Social de Palmas foi criado em abril de 2015 e é unidade filiada à Rede do Observatório Social do Brasil que existe há mais de 10 anos e coordena 120 unidades no País, tendo mais de 3 mil voluntários associados.

Em março deste ano foi inaugurado o Observatório Social de Araguaína, e cidadãos de Gurupi estão iniciando a mobilização para criação de um observatório também.

Economia

Nos últimos 3 anos a Rede OSB ajudou a economizar dos cofres públicos municipais mais de R$ 1,5 bilhão. O objetivo é realizar e incentivar o exercício do controle social, atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos.

O OS faz uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço. Trabalha também no monitoramento das atividades da Câmara de Vereadores e na Educação Fiscal, a fim de melhorar a gestão pública e, consequentemente, a vida da população local.