Polí­tica

Foto: Divulgação

A bancada federal do Tocantins reuniu-se nesta última quarta-feira, 3, com o ministro do Planejamento, Diogo Oliveira, para solicitar a liberação das emendas impositivas ao Orçamento de 2017. Com a presença do governador do Estado, Marcelo Miranda (PMDB), participaram da reunião os deputados federais Vicentinho Júnior (PR), Lázaro Botelho (PP), Carlos Gaguim (PTN) e as deputadas federais Dulce Miranda (PMDB), Josi Nunes (PMDB) e Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM), além de secretários de governo e técnicos do ministério.

Na reunião, a bancada ressaltou a importância da liberação das duas emendas impositivas destinadas para “Manutenção de Unidades de Saúde”, no valor de R$ 140 milhões e para “Modernização de Instituições de Segurança Pública”, no valor de R$ 84,6 milhões. Esses recursos são fundamentais para melhorar a qualidade dos serviços de saúde prestados à população, contemplando toda a rede de atendimento público do Estado, bem como para viabilizar ações na área de segurança pública, como aquisição de viaturas, armamentos, munição e equipamentos, beneficiando a Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, além de permitir investimentos na área de inteligência.

A bancada solicitou também que as dotações previstas no Orçamento de 2017 para a obra de “Construção da Ponte de Xambioá” sejam classificadas como Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a fim de que o projeto tenha prioridade na sua execução.

Ainda na audiência foi solicitada prioridade para o projeto de “Construção da Ponte de Porto Nacional”, por intermédio da obtenção de financiamento externo; e para o Prodoeste e Prodetur, programas de fortalecimento hídrico na região do Vale do Araguaia e de Desenvolvimento do Turismo.

O ministro compreendeu a relevância dos projetos para o Estado do Tocantins e prometeu se empenhar, junto com a equipe técnica, no atendimento das demandas apresentadas pela bancada.