Polí­tica

Foto: Dirceu Leno

O prazo para fazer a revisão eleitoral obrigatória e o cadastramento biométrico se encerra no dia 26 de maio. Faltando poucos dias úteis para o encerramento do prazo, mais de três mil eleitores de Tocantinópolis ainda não compareceram à revisão eleitoral obrigatória com coleta de dados biométricos. Quem perder o prazo, terá o Título de Eleitor cancelado.

Para melhor atender a população, o Cartório Eleitoral estará funcionando de segunda a sexta-feira, com horários estendidos, das 8h às 18h, ininterruptamente, até o próximo dia 26.

Estatísticas

Iniciado em fevereiro deste ano, o projeto visa atender, em todo Estado do Tocantins, 341.530 eleitores de 65 municípios.
Até o momento, 262.990 eleitores já fizeram o procedimento, restando ainda 78.540 eleitores.

Somente na 9ª Zona Eleitoral de Tocantinópolis são 35.231 eleitores previstos. Desses, 27.722 eleitores já possuem cadastro biométrico, o que corresponde a 78,81% do seu eleitorado.

Dos 15.319 eleitores de Tocantinópolis, apenas 12.170 já se encontram com biometria cadastrada, faltando, portanto, 3.149 eleitores do município.

Estratégias

Para atender à demanda que ainda falta, a Justiça Eleitoral tem adotado estratégias de comunicação nas rádios, TVs, internet, redes sociais e a convocação dos eleitores por meio de carros de som e a distribuição domiciliar de panfletos, pelos agentes de saúde, e também nos postos de atendimento, durante a campanha de vacinação contra a raiva, além da distribuição de cartões e cartilhas informativas no Estádio João Ribeiro, na semifinal do Campeonato Tocantinense.

Outra ação realizada pela 9ª ZE foi voltada aos eleitores indígenas, na semana de celebração do Dia do Índio e também a realização de atendimentos itinerantes nas outras 6 cidades que integram a Zona Eleitoral de Tocantinópolis.

Elias Mesquita destaca que “foi ampliado o parque de equipamentos e de pessoal no Cartório Eleitoral de Tocantinópolis, que atualmente conta com uma capacidade de atendimento de até 500 eleitores por dia, no entanto, nestes últimos dias, o movimento no cartório caiu drasticamente, chegando a cerca de 100 atendimentos diários, apenas”, informou o Chefe de Cartório.

Consequências

Caso o eleitor não compareça no prazo estabelecido poderá ter o título eleitoral cancelado e deixar de ingressar em faculdades, tomar posse em concurso público, contrair empréstimo em instituições bancárias, entre outras consequências.