Turismo & Lazer

Foto: Acervo Adtur

O Governo do Tocantins, desde o início da gestão, tem realizado ações estratégicas para estruturação e fortalecimento do setor de turismo. A vocação natural do Estado para o turismo tem sido incentivada com investimentos que vão da reestruturação organizacional, que hoje tem como foco a captação de recursos e estruturação do setor; passando pelo desenvolvimento de projetos de infraestrutura, capacitação profissional, dentre outros.

De acordo com o Mapa do Turismo Brasileiro, o Tocantins é possui sete regiões turísticas. Destas, as regiões Encantos do Jalapão, Lagos e Praias do Cantão e Serras e Lago (que engloba Palmas e municípios circunvizinhos) tiveram seus planos de desenvolvimento estratégico e planos de marketing elaborados. A partir destes planos, foi realizada uma planilha de investimentos, dos quais, parte estão sendo contemplados pelo Programa de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS), que viabilizam ações já formalizadas em projetos.

"Por meio do PDRIS estão sendo executadas ações que promoverão a estruturação física dos atrativos turísticos do Jalapão, como a implantação de  quiosques, sendo um na Prainha e outro nas Dunas; reforma da trilha de Serra do Espírito Santo e construção de uma praça no Povoado do Prata, dentre outras ações diretas. Além disso, o programa contempla a continuidade projeto de Turismo de Base Comunitária em comunidades quilombolas da região" destacou o Superintendente de Desenvolvimento Turístico, James Possapp.

Os Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável Integrado (PDITS) dos Polos Jalapão, Cantão e Palmas já foram concluídos.O Governo do Estado já tem licitada a empresa que irá elaborar os PDITS das outras quatro regiões turísticas: Bico do Papagaio, Vale dos Grandes Rios, Ilha do Bananal e Serras Gerais. O PDITS é um documento que apresenta as características e potencialidades das regiões turísticas, e traça estratégias que visam orientar as ações que vão gerar o crescimento do turismo por meio do desenvolvimento sociocultural, ambiental, político-institucional e econômico dos municípios da região.

Além do PDRIS, o Governo do Tocantins está empenhado em garantir investimentos para o setor turístico por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Tocantins (Prodetur Tocantins) que prevê, entre outras ações, a pavimentação de cerca de 200 quilômetros de rodovias também na região do Jalapão, bem como a rede de coleta de esgoto e sistema de tratamento em Mateiros.

Outra estratégia de fortalecimento do turismo é voltada para a permissão de uso/concessão/terceirização de atividades de turismo em unidades de conservação. Exemplo disso é o projeto do circuito de arvorismo na região do Cantão implantado pelo Governo, cujo processo de permissão de uso está em curso e o edital será anunciado em breve.

Entre as ações previstas pelo Executivo, também está a regulamentação do Fundo Estadual de Turismo. Esta ação é parte da revisão da Política Estadual de Turismo e tem o propósito de garantir que o setor possa contar com recursos para planejar e executar projetos estruturais.

Turismo Legal

Por meio de uma parceria entre a Seden e o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o Governo realizou todo o levantamento dos atrativos naturais da região do Jalapão, com vistas ao licenciamento ambiental das atividades de turismo. O diagnostico já foi elaborado e a Secretaria está elaborando projetos de melhoria da infraestrutura – como decks, passarelas e guarda-corpos - nos principais atrativos. Tais projetos serão repassados aos proprietários de atrativos, para que estes possam executá-los.

Turismo promove o desenvolvimento econômico sustentável

No Tocantins, a atividade turística tem crescido a cada ano e, de acordo com o gestor da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), Alexandro de Castro, o aumento  da procura dos destinos turísticos demonstra que esta é uma atividade econômica com grande potencial de provocar o desenvolvimento das comunidades locais. Conforme destacou, o governo do Estado cumpre o seu papel ao priorizar o setor em seus projetos de desenvolvimento.

No ano passado, o Tocantins elaborou, propôs e teve aprovado um projeto de integração do turismo entre os estados membros do Consórcio Brasil Central. Assim, na Câmara de Turismo do Brasil Central, os estados estão abordando demandas como a criação de políticas conjuntas, a promoção e a divulgação dos atrativos e de roteiros integrados, bem como a atração de investimentos para a área do turismo.

Qualificação profissional

O Governo do Tocantins investe também em qualificação profissional, para melhoria da qualidade dos serviços turísticos ofertados no Estado. Exemplo disso é o curso de Condutores de visitantes em ambiente natural, realizado pela Seden em parceria com o Naturatins. A primeira edição foi realizada no município de Ponte Alta do Tocantins e a segunda, está sendo realizada nesta semana, na cidade de Mateiros, onde 75 pessoas (de Mateiros e São Félix do Tocantins) estão sendo qualificadas. Nos próximos dias 29 de maio a 2 de junho o curso será ministrado na Capital, Palmas. 

Por: Redação

Tags: Cantão, James Possapp, Turismo e Lazer, jalapão