Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal, Carlos Henrique Gaguim (Podemos/TO), participou de audiência com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, juntamente com os parlamentares que atuam em defesa do setor Sucroenergético e, também, com o presidente do Fórum Nacional Sucroenergético, André Rocha, com a finalidade de solicitar apoio para fortalecimento do setor que é responsável por milhares de empregos na produção de etanol, açúcar e cogeração de energia através do bagaço de cana de açúcar.   

Gaguim explicou que é preciso fomentar o setor sucroenergético no Tocantins e no Brasil. “Sabemos a potencialidade de emprego e renda que podemos gerar e que são advindos desse setor. Depois dessa conversa com o ministro, Henrique Meirelles, vimos grandes possibilidades de recuperação e expansão dessas culturas”, disse.

Investimento

Cadeia produtiva que produz açúcar e álcool e compreende desde a parte agrícola até a industrial, o setor Sucroenergético conta com o alto nível de investimento tecnológico e com diversificação crescente dos últimos anos. A cana, tradicional matéria-prima usada na fabricação de açúcar, teve seu aproveitamento ampliado para a produção do etanol e da bioeletricidade, que deve ganhar escala nos próximos anos.

Tocantins

Nos últimos levantamentos de safra realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), aponta o Tocantins como o maior produtor de cana-de-açúcar da região Norte do País. De acordo com o levantamento, o Tocantins foi responsável pela produção de mais de 60% da produção de toda a região.